Cruzeiro

Torcida protesta contra a diretoria

postado em 02/08/2011 19:20 / atualizado em 02/08/2011 19:49



VEJA A GALERIA DE FOTOS DO PROTESTO


Algumas dezenas de torcedores foram nesta terça-feira à sede administrativa do Cruzeiro, no Barro Preto, em Belo Horizonte, protestar contra a diretoria. A principal reivindicação foi a alternância de poder na presidência e a criação de uma chapa de oposição forte.

Segundo os cruzeirenses presentes no protesto, o presidente Zezé Perrella, hoje senador, deveria desistir da ideia de tentar a reeleição em dezembro para dar espaço a pessoas com ideias novas.

Os manifestantes também pediram a saída do diretor de futebol Dimas Fonseca e a desvinculação do clube com fundos de investimento, como o Banco BMG.

Durante o protesto, foi distribuído um documento no qual os torcedores fazem uma análise crítica da direção dos irmãos Perrella e cobram uma gestão profissional, que vise resultados. Gestões do Santos e do Internacional foram citadas como exemplos positivos. Nos dois clubes, houve alternância na presidência.

Histórico

Perrella assumiu a presidência do Cruzeiro pela primeira vez no biênio 1995/96, no lugar de César Masci. Na sequência, ele venceu duas eleições seguidas para os triênios 1997/98/99 e 2000/01/02. Nesse período, o dirigente conquistou 14 títulos, sendo a Copa Libertadores de 1997 o mais importante deles.

O irmão de Zezé, Alvimar de Oliveira Costa, sucedeu-o a partir de 2003 e comandou o Cruzeiro até 2008, em dois triênios. Suas grandes conquistas foram o Estadual, a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro de 2003, intituladas de Tríplice Coroa.

No fim de 2008, Zezé Perrella voltou ao cargo maior do clube ao derrotar o candidato Márcio Rodrigues, representante único da oposição, por 375 votos a 49. Desde então, ele tenta dar ao Cruzeiro mais um título de expressão, tão cobrado pelos torcedores.

20 anos no comando?

Se realmente se candidatar no fim do ano e vencer as eleições, Zezé Perrella chegará ao seu quinto mandato e estenderá a dinastia de sua família no cargo para 20 anos até o fim da temporada 2014.

O presidente do Cruzeiro mais longevo foi o já falecido Felício Brandi, que se sentou na cadeira principal entre 1961 e 1982. No período, ele conquistou a Taça Brasil de 1966, posteriormente conhecida como Campeonato Brasileiro, e a Libertadores de 1976. (UAI)

Veja a cobertura do protesto no Alterosa Esporte desta quarta-feira, às 12h15

Tags: