Cruzeiro

Zezé Perrella desiste de reeleição no Cruzeiro e indica Gilvan Tavares ao cargo

Desistência marca data para o encerramento da dinastia Perrella no clube

postado em 04/08/2011 20:25 / atualizado em 04/08/2011 20:30

Waldemir Barreto/Agência Senado


O atual presidente do Cruzeiro, Zezé Perrella, desistiu oficialmente de concorrer à reeleição no clube. O novo pleito está marcado para outubro, ainda sem data definida.

O dirigente está chateado com a forte rejeição da torcida à sua administração e também pretende se dedicar integralmente à carreira política. Em 11 de julho, Zezé Perrella (PDT-MG) assumiu a vaga do falecido Itamar Franco no Senado.

A informação foi dada pelo jornalista Jaeci Carvalho no programa Alterosa no Ataque, da TV Alterosa.

Perrella já até indicou o seu vice Gilvan de Pinho Tavares para concorrer ao cargo no clube pela chapa da situação.

Gilvan de Pinho Tavares faz parte da cúpula do clube desde que a família Perrella assumiu a presidência, em 1995. Inicialmente, ele atuou como superintendente jurídico. Na gestão do irmão de Zezé, Alvimar de Oliveira Costa, ele presidiu o Conselho Deliberativo. Atualmente, ele é o primeiro vice-presidente.

Em entrevista ao Superesportes, Gilvan de Pinho Tavares confirmou que concorrerá à presidência em outubro. “O nosso presidente pensou e, devido ao falecimento do Itamar Franco, ele teve que assumir o mandato no Senado e acha que vai ficar sem tempo para se dedicar ao Cruzeiro. Ele me convidou para me candidatar à presidência pela situação junto com outros dois companheiros nossos, aos quais estamos sondando. Esse é o pensamento”.

Tavares ainda desconhece a existência de algum grupo de oposição no Cruzeiro disposto a concorrer ao cargo. “A tendência é que seja uma chapa única”.

Caso seja eleito, o atual vice-presidente apontou os seus desafios. “O Cruzeiro é sempre desafio grande. É clube acostumado a ganhar títulos, a torcida é muito exigente, o momento é desfavorável, porque os países europeus estão deixando de investir em nossos atletas, e temos que fazer um trabalho para melhorar a base. Também não podemos deixar de ter atletas de nível que o Cruzeiro precisa para ganhar títulos, como tem acontecido nos últimos anos”.

Embora a eleição seja em outubro, o novo presidente só assumirá o cargo em 1º de janeiro de 2012.

Histórico

Zezé Perrella assumiu a presidência do Cruzeiro pela primeira vez no biênio 1995/96, no lugar de César Masci. Na sequência, ele venceu duas eleições seguidas para os triênios 1997/98/99 e 2000/01/02. Nesse período, o dirigente conquistou 14 títulos, sendo a Copa Libertadores de 1997 o mais importante deles.

O irmão de Zezé, Alvimar de Oliveira Costa, sucedeu-o a partir de 2003 e comandou o Cruzeiro até 2008, em dois triênios. Suas grandes conquistas foram o Estadual, a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro de 2003, intituladas de Tríplice Coroa.

No fim de 2008, Zezé Perrella voltou ao cargo maior do clube ao derrotar o candidato Márcio Rodrigues, representante único da oposição, por 375 votos a 49. Desde então, ele tenta dar ao Cruzeiro mais um título de expressão, tão cobrado pelos torcedores.

Brandi

Até hoje, o presidente do Cruzeiro mais longevo foi o já falecido Felício Brandi, que se sentou na cadeira principal entre 1961 e 1982. No período, ele conquistou a Taça Brasil de 1966, posteriormente conhecida como Campeonato Brasileiro, e a Libertadores de 1976.

A dinastia dos Perrella:

1995 e 96 – Zezé Perrella
1997, 98 e 99 – Zezé Perrella
2000, 01 e 02 – Zezé Perrella
2003, 04, 05 – Alvimar de Oliveira Costa (Alvimar Perrella)
2006, 07, 08 – Alvimar de Oliveira Costa (Alvimar Perrella)
2009, 10, 11 - Zezé Perrella

Tags: