Cruzeiro

Diretoria e comissão técnica adotam discursos opostos em relação à saída de BH

Zezé Perrella não vê necessidade de sair da Toca II; Mancini vê boa possibilidade

postado em 27/11/2011 22:05 / atualizado em 27/11/2011 22:29

A semana do Cruzeiro está indefinida. Nas declarações, diretoria e comissão técnica não se entendem entre ficar na Toca da Raposa II ou viajar para uma cidade, como Atibaia, no interior de São Paulo.

O presidente Zezé Perrella acredita que ficar em Belo Horizonte é a melhor opção. “Não conversamos sobre isso ainda não. Acho que não, que deveríamos ficar em BH. Viajar para cansar? Acho que não. Precisamos ficar juntos da nossa torcida, que tem sido muito compreensiva e tem ajudado. Então, não tem pressão. E a torcida vai ser o fator decisivo domingo. Precisamos ficar juntos da torcida, pois precisamos dela”, disse.

Já o técnico Vágner Mancini viu como positiva a saída na semana que antecedeu a partida do Internacional, que a Raposa venceu. Repetir a ida para Atibaia é uma possibilidade bem vista. “Isso vai ser discutido ainda. A gente pensa nessa hipótese sim. A semana em Atibaia foi muito boa, não só pela vitória mas pelo rendimento de cada um. Sempre que você precisa decidir alguma coisa e se concentra bem, a chance de ir bem aumenta. Então não vamos descartar essa hipótese não”, ressalta.

O Cruzeiro deverá confirmar a sua programação nesta segunda-feira. O próximo e decisivo jogo é no domingo, contra o Atlético, na Arena do Jacaré.