Cruzeiro

SÓCIO DO FUTEBOL

Cruzeiro cria modalidade de sócio do futebol para torcedores que moram fora do Brasil

Torcedores podem fazer adesão presencialmente nos jogos do Cruzeiro nos EUA; cruzeirenses de outros países poderão se associar pela internet nos próximos dias

postado em 23/06/2014 15:28 / atualizado em 23/06/2014 16:58

Gilmar Laignier /Superesportes

Matthew Healey/Light Press

A excursão do Cruzeiro aos Estados Unidos serviu não somente para o time manter o ritmo de jogo durante a paralisação do Campeonato Brasileiro, mas também para o clube divulgar uma nova modalidade de sócio do futebol. De acordo com o presidente Gilvan de Pinho Tavares, essa categoria do sócio servirá apenas para torcedores que residem fora do Brasil.

“Estamos lançando essa modalidade, a pedido da nossa torcida no exterior. Muitos dizem que perderam o CPF do Brasil. Então estamos lançando um tipo de cartão que atende ao interesse deles. Eles não poderão estar no Brasil constantemente, mas, quando forem, vão fazer contato com o marketing e terão acesso ao estádio, conhecerão a Toca II e assistirão a um jogo com a diretoria”, explicou Gilvan, em entrevista à Rádio Itatiaia.

Valores e adesões

Durante o primeiro amistoso do Cruzeiro, em Framingham, os torcedores puderam fazer a adesão presencialmente. O mesmo ocorrerá nesta terça-feira, na partida em Lawrence, às 21h, quando haverá uma estrutura armada pelo clube celeste fora do estádio para atender os novos sócios. A adesão para torcedores de outras cidades no exterior ocorrerá pela internet, provavelmente a partir desta terça. O nome da modalidade será "Sócio Cruzeiro World".

Embora o Cruzeiro ainda não tenha oficializado valores no site, a tendência é que o torcedor pague US$ 149 por ano - mesmo valor investido pelos cruzeirenses nos EUA - e, quando viajar para Belo Horizonte, marque sua ida à Toca II com um mês de antecedência. O mesmo procedimento deve ser adotado para confirmar presença em uma partida no camarote do clube, no Mineirão, com um acompanhante.

Presidente entusiasmado

O presidente Gilvan se mostrou entusiasmado com a nova modalidade criada pelo clube. “O sócio é quem está montando nosso time e pagando nossa folha salarial. Este plantel está sendo praticamente todo bancado pelo sócio do futebol. Agora, nossos torcedores do estrangeiro também podem se tornar sócios, e eu convoco todos eles a entrarem no programa”, disse.

”A gente fica emocionado com o carinho do torcedor mineiro aqui nos Estados Unidos. Eles querem dividir a alegria conosco, tirar retrato, pegar autógrafo, então é muito bom a gente propiciar estes amistosos à grande comunidade brasileira aqui. Eles têm uma carência pela presença dos ídolos, ficam entusiasmados, e nós queremos sempre corresponder a esse carinho”, finalizou.

Tags: sócio do futebol sócio cruzeiro eua usa exterior estrangeiro