Cruzeiro

CRUZEIRO

Fábio volta e esquenta disputa: 'Se eu não tiver oportunidade, fica difícil ter coerência'

Goleiro comemora retorno aos gramados e analisa concorrência com Rafael

postado em 09/04/2017 13:24 / atualizado em 09/04/2017 13:54

Ramon Lisboa/EM/D.A Press
A vitória do Cruzeiro sobre o Democrata, neste domingo, por 2 a 0, não valeu muita coisa em termos de classificação para o clube, mas foi muito especial para dois jogadores da Raposa. O primeiro é Dedé, que voltou a jogar no Mineirão e fez um gol após dois anos e meio sem marcar. O outro é Fábio, que retornou aos gramados após se recuperar de uma lesão grave no joelho direito, saiu de campo sem sofrer gol e se credenciou a permanecer no time titular - agora, cabe a Mano Menezes optar por ele ou Rafael.

Em campo, o capitão pouco participou do jogo, já que a equipe de Governador Valadares não levou muito perigo ao gol celeste. Fábio fez algumas defesas seguras, sem muita dificuldade. Após o jogo, comemorou o retorno, lembrou do início no clube e analisou a disputa por posição com Rafael.

"Alegria como se fosse a primeira vez, quando entrei aqui vestindo a camisa do Cruzeiro em um amistoso em 2000. Para mim foi a mesma emoção hoje. Deus prepara o momento certo, já estava preparado esse retorno, junto da torcida, recebendo o carinho. Agora é continuar trabalhando, porque o ano é muito bom e promissor. Se a gente tiver foco, vamos conquistar títulos importantes pelo Cruzeiro", disse em entrevista ao Premiere.

Sobre a concorrência, segundo Fábio, a coerência manda que ele tenha oportunidades para jogar na sequência da temporada, já que era o titular antes de se machucar.

"O Rafael acompanhou minha trajetória toda, teve oportunidade de fazer parte do grupo nesses últimos oito anos. A gente fica feliz que ele teve a oportunidade de se firmar, era uma incógnita que existia, se ele daria conta do recado. A coerência sempre existiu em todos os lugares. Se eu não tiver oportunidade de jogar, aí fica difícil ter coerência. Agora, se eu não estiver bem não tem problema nenhum ficar no banco do Rafael", analisou.

Palavra do professor

Na entrevista coletiva após o jogo, Mano Menezes foi questionado sobre a disputa por uma vaga entre os dois goleiros. Muito tranquilo, ele garantiu que não será motivo de polêmica e que Fábio está preparado para 'ter novas oportunidades'.

"Ele (Fábio) está preparado para receber novas oportunidades. Ele vai jogar outros jogos, e o parâmetro é o jogo, algo maior. E você só está apto a disputar posição ou retomar o seu posto sendo colocado para medir produtividade e competência. Estou muito contente em relação a isso. Não teremos polêmica, e o torcedor pode ficar tranquilo em relação a isso”, disse.

E no próximo jogo, quinta, no Morumbi, contra o São Paulo, quem joga? Mano ainda não decidiu e foi sucinto ao responder.

"Não pensei no jogo contra o São Paulo. Vamos comemorar a vitória contra o Democrata-GV", concluiu.

Tags: democrata rafael mano interiormg fabio cruzeiroec