Cruzeiro

CRUZEIRO

Cruzeiro se alinha a órgãos de saúde sobre volta do futebol: 'Vida é prioridade', avisa presidente

Sérgio Rodrigues diz que situação em BH permite treinos, mas não jogos

postado em 26/05/2020 09:33

(Foto: Túlio Santos/EM/DAPress)
Em meio à pandemia do novo coronavírus, com as finanças ainda mais agravadas pela paralisação do futebol, o Cruzeiro retomou os treinamentos na Toca da Raposa II seguindo protocolo de segurança para jogadores, comissão técnica e funcionários. O presidente Sérgio Santos Rodrigues disse que o clube se cercou de cuidados para retornar às atividades, mas o dirigente não vê, em um cenário breve, a volta das partidas de futebol, ainda que sem público nos estádios.

Em entrevista ao programa SportsCenter, da ESPN Brasil, o novo mandatário celeste disse que o caso de BH em relação ao número de infectados pelo novo coronavírus é bem mais tranquilo em comparação a cidades como São Paulo e Rio de Janeiro. Mas ele ressaltou que é preciso responsabilidade para dar toda segurança de trabalho a atletas e demais funcionários. 

Sérgio Rodrigues disse estar alinhado aos órgãos de saúde em nível estadual e municipal, que não veem a possibilidade de volta imediata de jogos no país. “Eu sou muito objetivo e menos subjetivo. Não sou especialista no assunto, sempre falei que sou obediente, ainda mais em um caso que pode envolver morte e saúde das pessoas. Eu obedeço aos órgãos técnicos de saúde”, frisou. 

“Belo Horizonte tem uma situação diferente de grandes capitais, aqui existe espaço disponível para leitos de UTI, nossa taxa de transmissão de COVID-19 é menor em relação a outros locais. Então eu acho que treino aqui, com os devidos testes sendo feitos, como fizemos, isso é possível”, afirmou o presidente, eleito para mandato até 31 de dezembro deste ano. 

Sérgio Rodrigues revelou que terá encontro com o governador Romeu Zema e que vem mantendo contatos com a cúpula da CBF sobre o assunto. O dirigente demonstrou alinhamento com o presidente ‘rival’, Sérgio Sette Câmara, do Atlético, com quem tem bom relacionamento. 

“Em relação a jogos, aí temos que esperar. Semana que vem teremos reunião com o governador Zema, já falei com o presidente (da CBF) Rogério Caboclo, o Walter Feldman (secretário-geral da entidade), já liguei para meu colega, o presidente do Atlético, Sérgio Sette Câmara, que é advogado como eu e um amigo que eu tenho. E vamos buscar a melhor solução. Mas eu vou seguir o que os órgãos de saúde fazem, vou pedir que o Cruzeiro faça o mesmo. A vida das pessoas e a saúde são prioridades”, declarou.

Tags: cruzeiro treinos presidente pandemia interiormg coronavírus sérgio rodrigues covid-19