Figueirense

SPORT

Guto não crava time do Sport e alerta para confronto perigoso diante do Figueirense

Comandante leonino acredita que clube catarinense deve buscar começo de reação em casa após mobilização do plantel e detalhou ambiente da semana

postado em 13/09/2019 17:00

<i>(Foto: Anderson Stevens/Sport)</i>
Com o elenco todo à disposição, o técnico Guto Ferreira preferiu não cravar a repetição do time do Sport que venceu o Bragantino para a próxima partida diante do Figueirense, confronto que o treinador acredita que será bastante desafiador contra o time que abre o G4 da Série B. Segundo o comandante leonino, as informações que vieram de Florianópolis é que o time alvinegro estaria disposto a buscar começo de reação diante do time pernambucano. 

“O que recebemos de informações é que houve uma mobilização, nesta semana, no plantel (do Figueirense), em busca de mudanças. Tudo isso traz uma semana de pressão, mas quando o jogo começa, essa variável, que não é decisiva, deixa de existir. Aí passa a ser 11 contra 11 e o momento do que cada um está pensando. Cabe a nós estar confiante, forte e bastante impositivo para ser superior em questão de confiança e ações positivas em relação ao adversário. Conseguindo estar assim, fatalmente, tendemos a conseguir o que queremos que é a vitória. Quanto a repetir a escalação, ainda temos alguns probleminhas, mas lógico que gostaríamos de seguir. Porém, é algo que vamos saber apenas no momento do jogo”, contou.

“Em casa, nós acabamos empatando com eles. É uma equipe que não tem feito os resultados, mas possui jogadores experientes e que busca uma mudança de quadro nesse segundo turno”, completou Guto. 

A principal dúvida na cabeça do técnico do Leão passa pelas condições de jogo do atacante Guilherme. Após sentir dores no pé, o camisa 11, que é um dos principais jogadores do Sport na Série B, fez exame de imagem, na quinta-feira, foi reavaliado, e liberado para viajar com o elenco nesta sexta. Apesar disso, o atleta não foi cravado pelo comandante entre os atletas que iniciam o jogo. 

“Logicamente, com a importância dele (Guilherme) dentro do plantel, vale a pena esperar o momento que for necessário. Na minha cabeça, ele irá viajar tranquilo e tende a jogar, mas eu não conversei com o médico e nem com o Guilherme para saber a real condição dele após o exame.” 

Semana com ambiente positivo

Perguntado sobre como foi a semana de trabalho após bater o líder com casa cheia, que se iniciou na última terça-feira, Guto enalteceu o grupo, mas deixou claro que o triunfo não pode ser algo que conduza a equipe do Sport para uma espécie de zona de conforto. Para isso, ele conta com a consciência dos jogadores para que haja minimização dos erros e cobranças constantes.

“A vitória trouxe confiança, ambiente mais leve e uma amostra de que o caminho está correto, pois não foi apenas a vitória, foi o desempenho. Nós estamos trabalhando com jogadores qualificados, sendo vários deles experientes e todos muito cientes do que vêm fazendo. Então, você alterna erros e acertos e chega uma hora que se passa a minimizar o que se está errando. Isso está muito claro na consciência de cada um. Não tem nada garantido no primeiro objetivo (acesso), mas se abriu a perspectiva de brigar mais em cima na tabela. Houveram cobranças do grupo antes do jogo passado que foram positivas, houveram falas muito boas e as atitudes responderam a essas falas. Isso mostra o grau de consciência do grupo. O que nós da administração temos de fazer é não passar nem perto da zona de conforto. Eu espero que esse jogo possa influenciar diretamente e possa servir como ponto de decolagem final rumo ao acesso.”