Fluminense

SÉRIE A

Ceará vence confronto direto e complica situação do Fluminense no Brasileiro

Alvinegro faz o dever de casa e deixa o tricolor perto da degola

postado em 30/10/2019 23:49 / atualizado em 31/10/2019 00:13

<i>(Foto: Lucas Merçon/Fluminense)</i>
O Ceará conseguiu um excelente resultado no Campeonato Brasileiro ao derrotar o Fluminense por 2 a 0, em partida disputada na noite desta quarta-feira, no Castelão. A vitória fez a equipe nordestina respirar na tabela de classificação.

O Ceará chegou aos 33 pontos ganhos e agora ocupa a 15ª colocação. O Fluminense, por sua vez, segue com 30 pontos na 16ª colocação e pode terminar a rodada na zona do rebaixamento caso o Cruzeiro derrote o Botafogo, nesta quinta-feira.

O Ceará fez um ótimo primeiro tempo quando conseguiu a vantagem com um gol marcado por Bergson. Na segunda etapa, o Fluminense assumiu o controle da partida, mas não teve competência para colocar a bola nas redes. E acabou castigado nos acréscimos, quando o Alvinegro cearense marcou o segundo gol com Mateus Gonçalves e liquidou as chances dos tricolores.

Na próxima rodada, o Ceará vai enfrentar o Palmeiras no Allianz Parque; o Fluminense vai encarar o Vasco no Maracanã.

O jogo


A partida começou muito equilibrada com os dois times trocando muitos passes na intermediária. Só aos sete minutos é que aconteceu o primeiro ataque perigoso. E foi do Fluminense através de Yony González que recebeu de Nenê e chutou forte, assustando o goleiro Diego Silva. O Ceará respondeu com um chute violento de William Oliveira depois de receber bom passe de Felipe Silva. A bola passou perto da trave direita defendida por Muriel.

O time nordestino se animou e , aos 13 minutos, marcou o primeiro gol. Ricardinho fez ótimo lançamento para Bergson nas costas da zaga tricolor. O atacante tocou na saída de Muriel para colocar o Ceará na frente.

Logo depois, o Alvinegro de Fortaleza chegou novamente na área tricolor. O lateral João Lucas bateu forte, Muriel defendeu parcialmente e Bergson não conseguiu apanhar o rebote. Mesmo depois de sofrer o gol, o Fluminense não conseguiu se organizar para pressionar o Ceará. Ganso se limitava a tocar para os lados e os atacantes encontravam dificuldades para receber a bola em boas condições.

Aos 33 minutos, o time dirigido por Adilson Batista quase ampliou a vantagem. Felipe Silva cruzou da esquerda, Digão rebateu mal e Berson concluiu, mas a bola bateu no zagueiro e saiu para escanteio. Logo depois, foi a vez de Felipe Silva arriscar, mas Muriel fez a defesa com segurança.

O Ceará seguia melhor em campo e, aos 39 minutos, Thiago Galhardo quase marcou o chamado gol de placa. Ele driblou quatro jogadores do Fluminense e chutou, mas Muriel evitou o gol. O Tricolor das Laranjeiras conseguia jogar e falhava na marcação. Aos 43 minutos, Felipe Silva se livrou de Nino e chutou com muito perigo.

O Fluminense voltou para o segundo tempo com modificações no setor ofensivo. Wellington Nem entrou na vaga de Nenê, enquanto João Pedro substituiu Marcos Paulo. O time dirigido por Marcão voltou com maior disposição ofensiva para tentar mudar a história da partida. Aos oito minutos, Yuri Lima enfiou para Yony González que cruzou para a conclusão de João Pedro, mas o chute saiu torto.

Como o Ceará mostrava dificuldades para repetir a atuação do primeiro tempo, o técnico Adilson Batista tirou Thiago Galhardo, muito dispersivo, e colocou Mateus Gonçalves. Aos 15 minutos, Yony González recebeu de João Pedro, girou e chutou, mas Diogo Silva fez uma defesa tranquila. O time carioca seguia procurando o empate e,aos 22 minutos, depois de receber de Ganso, Yony González chutou forte, mas mandou para fora.

Só dava Fluminense. Aos 27 minutos, após cobrança de escanteio, González desviou de cabeça e João Pedro entrou de carrinho, mas não alcançou a bola. O Ceará errava tudo o que tentava e se mostrava preocupado em apenas segurar o resultado, sem conseguir prender a bola no ataque.

O técnico Marcão tentou tornar o time ainda mais ofensivo e colocou o meia Guilherma na vaga do volante Yuri Lima. Na primeira intervenção, aos 39 minutos, Guilherme quase marcou o gol do empate ao bater colocado, mas a bola passou perto da trave de Diogo Silva.

Nos acréscimos, quando parecia que o Fluminense chegaria ao empate, o Ceará marcou o segundo gol. Em rápido contra-ataque, Bergson lançou Mateus Gonçalves que teve tranquilidade para colocar a bola longe do alcance do goleiro Muriel e definir o resultado da partida.

CEARÁ 2 X 0 FLUMINENSE

CEARÁ
Diogo Silva, Samuel Xavier, Valdo, Luiz Otávio e João Lucas(Eduardo Brock); William Oliveira, Fabinho, Ricardinho(Pedro Ken) e Felipe Silva; Thiago Galhardo(Mateus Gonçalves) e Bergson
Técnico: Adílson Batista

FLUMINENSE
Muriel, Gilberto, Nino, Digão e Caio Henrique; Yuri Lima(Guilherme), Daniel, Ganso e Nenê(Wellington Silva); Marcos Paulo(João Pedro) e Yony González
Técnico: Marcão

Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
Data: 30 de outubro de 2019 (Quarta-feira)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e André da Silva Bitencourt (RS)
VAR: Daniel Nobre Bins(RS)
Cartão Amarelo: Fabinho(Ce); Yuri Lima(Flu)
GOLS: Bergson, aos 13min do 1ºT; Mateus Gonçalves, aos 46min do 2ºT

Tags: tricolor ceará degola Castelão fluminenserj seriea