Fluminense

ATLÉTICO

Roger Machado: 'Não tive problema nenhum com o Cazares no Atlético'

Técnico do Galo em 2017 ressaltou o comprometimento do meia no clube; treinador e jogador se reencontraram no Fluminense

postado em 23/04/2021 12:40 / atualizado em 23/04/2021 12:51

(Foto: Reprodução/YouTube)
Ex-técnico do Atlético e atualmente no Fluminense, Roger Machado falou sobre a sua relação com Cazares no clube alvinegro. O meia equatoriano de 29 anos foi contratado recentemente pelo Fluminense com o aval do treinador, que afirmou nunca ter tido problemas com o jogador durante seu período em Minas.

Roger comandou o Atlético entre janeiro e setembro de 2017. Com o treinador, Cazares foi titular absoluto e teve um de seus melhores anos com a camisa do Galo. Durante sua passagem no clube, o meia foi questionado pela torcida em diversos momentos sobre seu foco em campo. Segundo Roger, Cazares não causou nenhum tipo de problema sob seu comando. 

“Não tivemos problema nenhum (com o Cazares). Tem todos os problemas da juventude, do jogador estrangeiro que chega no Brasil e precisa de um período de adaptação. Em alguns momentos desconcentra dentro do jogo ou com alguma coisa que acontece fora das quatro linhas. Mas, de forma geral, não tenho nada a falar do ponto de vista do Cazares extra campo, porque ele sempre cumpriu os seus horários, sempre treinou muito forte, dedicado, atento e concentrado no que deveria fazer dentro de campo”, explicou o técnico, em entrevista concedida ao jornalista Mauro Cezar, no Uol.

O treinador do time carioca ainda enfatizou que nem sempre as performances ruins de jogadores são frutos de algum fator extra campo. “Já tive 20, 23 anos, eu entendo a cabeça do jogador e aceito que, em alguns momentos, quando o jogador não vem bem, se relaciona ao extra campo, mas muitas vezes não é. Pode ser o jogo que faz com que o atleta perca na performance. Quando isso acontece do lado de fora, sentamos, conversamos, colocamos os pingos nos ‘is’ e as coisas andam normalmente. Foi assim que aconteceu no Atlético”, explicou.

No Atlético, Roger conquistou o Campeonato Mineiro e venceu 22 das 42 partidas que disputou. Após ser demitido, o técnico passou por Palmeiras e Bahia, até ser contratado pelo Fluminense na atual temporada.

Em 2017, Cazares marcou nove gols e distribuiu 18 assistências em 60 partidas. O equatoriano permaneceu no clube por mais três anos e se tornou o estrangeiro com mais partidas e o segundo com mais gols no Galo, com 205 jogos e 41 gols. Em setembro do ano passado, o meia foi emprestado ao Corinthians após ser preterido por Jorge Sampaoli.
 
 

Reencontro


Ao término da temporada, o contrato de Cazares com o Atlético se encerrou e o Timão também não renovou com o jogador. Com a ida de Roger para a equipe carioca, o meia ganhou uma nova oportunidade no cenário nacional. O técnico afirma que não teve dúvidas em contratar o jogador. 

“Não foi ‘atoa’ que quando surgiu a oportunidade, não tivemos dúvida. Se aconteceu alguma coisa em outros eventos no Atlético, foi muito bem controlado de modo geral. Tenho certeza que hoje, mais maduro, o Cazares vai nos ajudar com a sua experiência e com o seu jogo.”

Pelo Fluminense, Cazares disputou apenas duas partidas. Nessa quinta-feira, no empate em 1 a 1 contra o River Plate, pela primeira rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, o meia foi eleito o melhor em campo após entrar e dar a assistência para Fred igualar o marcador no Maracanã.

Tags: galo futnacional fluminenserj seriea cazares roger machado carioca2021 libertadores2021