Fortaleza

FORTALEZA

Com pandemia do coronavírus, Fortaleza suspende contrato de funcionários

170 funcionários do clube serão incluídos na Medida Provisória 936/2000, editada pelo Governo Federal por conta da pandemia.

postado em 21/04/2020 17:03

(Foto: Thais Pontes / Fortaleza)

Assim como todos os clubes do futebol brasileiro, o Fortaleza está sendo afetado com a paralisação dos campeonatos por conta da pandemia do novo coronavírus. Sem fluxo de caixa, a diretoria do time tricolor decidiu suspender os contratos de quase todos funcionários.

Com exceção de 30 que continuarão trabalhando no sistema "home office", os outros 170 funcionários do clube serão incluídos na Medida Provisória 936/2000, editada pelo Governo Federal por conta da pandemia.

Assim, o Governo Federal vai pagar 70% do valor do seguro desemprego aos funcionários, enquanto que o Fortaleza fica responsável por arcar com os outros 30%, garantindo assim que eles continuem recebendo a mesma quantia apesar da suspensão contratual.

"Neste acordo, uma parte dos salários será pago pelo Fortaleza e outra pelos recursos do Governo Federal contidos nas Medidas Provisórias, garantindo que todos recebam seus vencimentos de maneira integral. Desta forma, o clube garante todos os empregos e reafirma o compromisso de apoio aos nossos colaboradores", disse o Fortaleza, nesta terça-feira, em nota oficial.

O Ceará deve ser o próximo a suspender o contrato dos funcionários. Uma reunião pode acontecer na próxima semana para discutir o assunto. No final de março, o clube entrou em acordo com os jogadores, que tiveram os seus contratos rescindidos.

Tags: fortaleza coronavírus