Futebol Internacional

FUTEBOL MEXICANO

Acusado de estupro, Danilinho alega inocência e promete acionar a Justiça

"Estou com disposição para colaborar com a investigação", disse o jogador

postado em 09/08/2013 15:28 / atualizado em 09/08/2013 15:45

REPRODUÇÃO CENTRAL DEPORTIVA
Acusado de estupro na semana passada por uma jovem mexicana de 18 anos, o atacante brasileiro Danilinho, ex-Atlético e hoje no Tigres, em comunicado à imprensa mexicana, alega ser inocente e promete acionar a Justiça contra a garota.

“Estou com total disposição para colaborar com a investigação para comprovar minha inocência”, disse o jogador. “A acusação afeta profundamente a mim e a minha família, motivo pelo qual o meu advogado processará judicialmente quem realizou a falsa acusação”, acrescentou Danilinho, que também revelou estar sendo chantageado.

"É importante compartilhar os meus sentimentos e pensamentos sobre a falsa acusação e tentativa de chantagem em que estou envolvido. Outros detalhes sobre o caso serão detalhados apenas pelo meu advogado, senhor Benito Guerrero", informou o atacante, em nota.

A suposta vítima, Debanhi Zuazua Rentería, disse que foi abusada sexualmente quando era menor de idade, no mês de julho. Ela revelou que passou a ser perseguida pelo jogador depois de ter sido violentada.

“Eu o conhecia há meses. Nós combinamos de nos ver e fomos a um bar. Estávamos bebendo e logo depois ele me forçou a ter relações com ele. Quando ele me violentou, eu disse: ‘Não quero nada contigo, deixe-me em paz’. Foi quando ele começou a me molestar e ameaçar, a tal ponto que eu já não queria sair de casa por medo”, contou Debanhi.

Tags: futinternacional