UAI

2

Sporting busca milagre contra o Manchester City pela Liga dos Campeões

City goleou o jogo de ida por 5 a 0 e pode perder para o time português por até quatro gols de diferença que avança às quartas de final da Liga dos Campeões

09/03/2022 12:30 / atualizado em 09/03/2022 12:54
compartilhe

O técnico do Manchester City, Pep Guardiola, prega respeito ao Sporting, adversário pela Liga dos Campeões
foto: Oli SCARFF/AFP

O técnico do Manchester City, Pep Guardiola, prega respeito ao Sporting, adversário pela Liga dos Campeões

O Manchester City recebe o Sporting às 17hs (de Brasília), no Etihad Stadium, nesta quarta-feira, pelo jogo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões, com ótima vantagem. Os donos da casa venceram o duelo de ida, em Portugal, por 5 a 0. Por isso, o City pode perder por até quatro gols de diferença para avançar às quartas de final do torneio.



Mesmo com a ótima vantagem, o técnico Pep Guardiola elogiou o adversádio do City antes da partida desta tarde – que terá transmissão do Space (TV fechada) e da HBO Max (streaming).

"Disse, depois da primeira partida, que os 5 a 0 não refletiam a realidade nem a diferença entre as nossas equipes. Mas encontramos os gols rapidamente: quatro chutes no gol, quatro gols. Às vezes, isso acontece. Quando o resultado é bom, parece fácil. Tenho muito respeito pelo trabalho que o Sporting está fazendo", afirmou Guardiola.

Por conta da ampla vantagem obtida em Lisboa, o Manchester City deve ir a campo com uma escalação sem seus principais jogadores. Isso pode significar chance para o atacante brasileiro Gabriel Jesus. 

Do outro lado, o Sporting busca um milagre, mas tenta sair da competição, pelo menos, de forma honrosa.


O técnico Rubén Amorim já jogou a toalha, mas falou que vai mandar força máxima a campo para buscar a vitória: "A eliminatória está fechada, mas é um jogo que temos que lutar pela vitória. Por isso vamos escolher a melhor equipe para colocar em campo. Vamos enfrentar um time muito forte. O que temos feito é uma gestão para evitar lesões, mas teremos em campo a nossa força máxima".

 


Compartilhe