Futebol Nacional

SÉRIE A

Raposa já na área

Cruzeiro desembarca em BH e já começa a preparação para a partida contra a Portuguesa

postado em 02/07/2013 08:46

Edésio Ferreira/EM/D.A Press
Depois de 10 dias de intertemporada nos Estados Unidos, os jogadores do Cruzeiro estão de volta a Belo Horizonte e hoje à tarde iniciam a preparação para pegar a Portuguesa, sábado, às 21h, no Canindé, em São Paulo. A grande preocupação no desembarque da delegação, na manhã de ontem, foi quanto a situação do zagueiro Dedé, que se contundiu aos 29min do amistoso com o Monarcas Morélia-MEX, sábado, em Bridgewiew, próximo a Chicago.

Em rápida entrevista, ainda no aeroporto de Confins, o próprio jogador tratou de tranquilizar a torcida e se mostrou esperançoso em atuar diante da Lusa. “Já estou 80%. Inchou um pouco, mas está bem melhor. Foi mais um susto. Saí do jogo porque meu pé ficou mole. Poderia acontecer alguma coisa mais grave”, declarou o jogador, que ontem aproveitou a folga para comemorar seu aniversário de 25 anos em Volta Redonda, sua cidade natal.

O camisa 26 se contundiu praticamente sozinho, quando tentou cortar uma investida dos mexicanos dentro da área celeste e escorregou, caindo em seguida e forçando a perna. Ele ainda permaneceu em campo por cerca de três minutos, mas não resistiu às dores e foi substituído por Paulão, que acabou expulso na etapa final ao cometer o pênalti que resultou no gol do adversário na vitória por 2 a 1.

Dedé sentiu dor tanto no joelho quanto no tornozelo direito. O tratamento foi iniciado ainda no Toyota Park e o departamento médico deverá ser pronunciar hoje, depois de reavaliá-lo na Toca da Raposa II. Se necessário, ele será submetido a exame de imagem.

MAIS DOIS

Além de Dedé, o lateral-direito Ceará e o lateral-esquerdo Everton também retornaram ao Brasil contundidos. Eles nem atuaram no amistoso diante do Monarcas Morélia e também serão reavaliados pelos médicos celestes.

“Eles devem ser submetidos a exames de imagem, mas mais por precaução, porque estão evoluindo muito bem”, adiantou o médico Leonardo Conradi, ainda em solo norte-americano.

Ceará sentiu dor no músculo posterior da coxa direita durante o amistoso contra os Strikers-EUA, em Fort Lauderdale, em 23 de junho, o primeiro da intertemporada celeste. Everton, por sua vez, queixou-se do mesmo problema, só que coxa esquerda, durante treino na quinta-feira, já no local do jogo com os mexicanos.

Na vaga do camisa 2, o técnico Marcelo Oliveira vem dando chance ao jovem Mayke, que tem dado conta do recado. Já Éverton começou a temporada como titular, mas perdeu a posição para Egídio, que deve começar jogando no sábado.