Futebol Nacional

SÉRIE A

Impiedoso com o lanterna

Sem Diego Souza, negociado com a Ucrânia, Cruzeiro goleia o Náutico e volta ao G4. Celestes vão embalados para jogo contra o Atlético-GO, pela Copa do Brasil

postado em 15/07/2013 08:00 / atualizado em 15/07/2013 08:58

Leandro Couri/EM/D.A Press

O Cruzeiro fez ontem o que a torcida esperava dele no Mineirão. Diante de um adversário tecnicamente fraco, lanterna do Brasileiro, goleou o Náutico por 3 a 0 em noite inspirada de Vinícius Araújo. O atacante marcou duas vezes e Ricardo Goulart fez o outro gol celeste em jogo da sétima rodada. Com o resultado, o time do técnico Marcelo Oliveira se mantém soberano no Gigante da Pampulha, sustentando invencibilidade de 11 jogos no remodelado estádio. De quebra, assumiu a quarta colocação na classificação.

Foi um jogo movimentado, mas não muito empolgante, pelos erros de passes e conclusões. A maioria em razão dos apagões do time celeste, sobretudo defensivamente, permitindo que o Timbu articulasse algumas jogadas de perigo. Mas a falta de qualidade dos finalizadores do time pernambucano era desanimadora. Melhor para a China Azul, que mesmo em menor quantidade nas arquibancadas em comparação a partidas anteriores – o jogo teve pouco mais de 15 mil pagantes – fez a festa e apoiou a Raposa até o fim.

A proposta do lanterna do Brasileiro era óbvia. Tentou impor uma marcação forte e aproveitar um erro dos donos da casa para contra-atacar. Mas a equipe comandada por Zé Teodoro (ex-lateral-direito do São Paulo) se perdeu por completo. Não conseguiu acompanhar os avanços dos jogadores do time mineiro e deu vexame.

Escolhido pelo técnico Marcelo Oliveira para substituir o armador Diego Souza (que acertou sua transferência para o Metalist, da Ucrânia), Lucca foi outro destaque na partida. Deu trabalho aos marcadores do Timbu e participou de jogada do primeiro gol. Depois de uma trama bem armada pelo lado esquerdo, ele escapou da marcação e lançou para Ricardo Goulart na área. O atacante, sozinho, bateu de primeira para abrir o placar.

ELOGIOS Os torcedores gostaram da atuação de Lucca. Em coro, gritaram o nome do armador, que ainda teve a chance de ampliar, de bicicleta, 23 minutos depois, para delírio da torcida. Ricardo Berna, atento, defendeu com segurança. Não fosse o goleiro do Timbu, aliás, a goleada seria maior.

Irregular no primeiro tempo, o Cruzeiro assumiu postura diferente na etapa complementar e passou a envolver o adversário com mais facilidade. E logo ampliou. Éverton Ribeiro, até então com atuação apagada, recebeu ótimo lançamento na área e chutou sobre Ricardo Berna. Na sobra, Vinícius Araújo, oportunista, mandou para o fundo das redes.

Depois, Ricardo Goulart fez bela jogada pela esquerda, passou por João Felipe e tocou a bola para Vinícius Araújo definir a goleada. “Estou mostrando o meu valor no grupo”, comemorou Vinícius Araújo.

Quarta-feira, o Cruzeiro enfrenta o Atlético-GO em Goiânia, pela partida de volta da terceira fase da Copa do Brasil. Como o time goleou na ida, em BH, por 5 a 0, Marcelo adianta que deve poupar titulares: “Deixamos a classificação encaminhada e teremos um outro jogo importante contra o São Paulo no sábado. Por isso, penso em administrar o desgaste de alguns jogadores na partida de quarta. Vamos estudar a melhor formação. É possível a troca de algumas peças”.

FICHA TÉCNICA

Cruzeiro 3 x 0 Náutico

Cruzeiro: ábio; Mayke, Dedé, Bruno Rodrigo e Egídio; Nílton, Souza, Everton Ribeiro e Lucca (Martinuccio 17 do 2º); Ricardo Goulart (Tinga 33 do 2º) e Vinícius Araújo (Anselmo Ramon 33 do 2o)
Técnico: Marcelo Oliveira

Náutico: Ricardo Berna; Maranhão, João Felipe, William Alves e Eltinho; Auremir, Derley, Magrão (Jonatas Belusso 14 do 2º) e Marcos Vinícius (Dadá 20 do 2º); Rogério e Oliveira (Jones Carioca 35 do 2º)
Técnico: Zé Teodoro

Estádio: Mineirão
Gols: Ricardo Goulart 9 do 1º, Vinícius Araújo 8 e 24 do 2º
Árbitro: Márcio Chagas da Silva (RS)
Assistentes: Altemir Hausmann e Rafael da Silva Alves (RS)
Cartão amarelo: João Felipe, Magrão, Derley e Tinga
Pagantes: 15.528
Renda: R$ 639.980