Futebol Nacional

Empurrão da China Azul

Torcida do Cruzeiro faz fila para comprar ingressos e dar apoio ao time no jogo contra o Flamengo, nesta quarta, pela Copa do Brasil, na busca pelo quinto título celeste

postado em 20/08/2013 09:03

Jair Amaral EM DA PRESS
Vice-líder do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro se concentra na Copa do Brasil, pela qual faz o jogo de ida das oitavas de final contra o Flamengo nesta quarta-feira, às 21h50, no Mineirão. E com uma certeza: a China Azul estará presente. A torcida fez fila para comprar ingressos ontem e promete lotar o estádio, ajudando a equipe celeste a encaminhar a classificação às quartas de final da competição mata-mata, o que não ocorreu nas suas duas últimas participações. Somente ontem, primeiro dia de venda antecipada, foram comercializados 9.007 ingressos, sendo cerca de 3.500 deles para sócios do futebol. O clube ainda conta com cerca de 12 mil associados com lugar marcado no estádio, sem precisar comprar entradas. Ao todo, portanto, mais de 21 mil torcedores já garantiram lugar no Mineirão. A venda prossegue hoje. Estudantes, menores de 12 anos e maiores de 60 pagam meia-entrada.

Mas, voltando às quatro linhas, as eliminações celestes nas duas últimas vezes que o time participou foram contra equipes bem menos tradicionais e vitoriosas que o adversário deste ano. Em 2007, o time comandado por Paulo Autuori deixou o torneio depois de perder para o Brasiliense por 1 a 0 em pleno Gigante da Pampulha, gol de Agenor, no jogo de ida, e só empatar por 1 a 1 na volta, na Boca do Jacaré, em Taguatinga, gols de Padovani contra e Dimba.

A partir de então, o Cruzeiro disputou a Copa Libertadores por quatro anos seguidos, retornando à Copa do Brasil apenas no ano passado, quando também caiu na nas oitavas de final, dessa vez diante do Atlético-PR, que fez 1 a 0 no primeiro jogo, em Curitiba, gol de Edigar Junio, e 2 a 1 na Arena do Jacaré, com Guerrón e Liguera marcando para os paranaenses e Wellington Paulista para os mineiros, que eram comandos por Vágner Mancini.

Com a experiência de quem já foi campeão da Copa do Brasil – em 2006, quando defendia justamente o Flamengo –, o lateral-esquerdo Egídio sabe da importância deste primeiro jogo. “Temos de continuar marcando forte, pois é importante não tomar gol, além de aproveitar as chances que surgirem. Tomara que façamos mais um grande jogo”, afirmou o jogador.

Revelado pelo clube da Gávea, onde chegou com 11 anos, o lateral se diz agora “100% Cruzeiro” e pronto para “dar a vida” para que o time azul siga na competição. Para isso, acredita que será fundamental fazer valer o mando de campo, mantendo o bom aproveitamento no Mineirão, onde a Raposa venceu 14 jogos e empatou um este ano. “O Mineirão é nossa casa, somos extremamente fortes lá. Se mantivermos o ritmo, temos tudo para alcançarmos muitas conquistas este ano.”

DÚVIDA Para o jogo de amanhã, o técnico Marcelo Oliveira não poderá contar mais uma vez com o zagueiro Bruno Rodrigo, suspenso. Assim, deve manter Leo formando dupla com Dedé.

Por outro lado, o volante Souza e o atacante Luan, que também cumpriram suspensão contra o Vitória, pelo Nacional, estão liberados para voltar, mas não têm escalação garantida. Até porque Lucas Silva foi bem e o ataque produziu bastante.

Quem deve ganhar chance, mas apenas no decorrer da partida, é o armador Júlio Baptista, última contratação da equipe e grande aposta da diretoria para este segundo semestre. O jogador participou de coletivo ontem à tarde e se mostrou bastante animado para estrear. “Se dependesse de mim, já tinha estreado no sábado”, disse.


ESTRELADAS
Vetado
O volante Élber foi a baixa do Cruzeiro na reapresentação de ontem. O jogador sofreu uma contusão durante a goleada por 5 a 1 sobre o Vitória, sábado, e teve diagnosticada uma lesão no músculo posterior da coxa direita, sendo vetado tanto para pegar o Flamengo, amanhã, quanto para o jogo com a Ponte Preta, sábado, em Campinas. Durante a intertemporada, em junho, ele ficou no departamento médico tratando de contusão muscular, mas na coxa esquerda.

Reprovado
Depois de não ir para a Ponte Preta, no mês passado, por desequilíbrio muscular, o zagueiro Thiago Carvalho voltou a ser reprovado, desta vez pelos médicos do Vitória, a quem o Cruzeiro iria emprestá-lo até o fim do ano. Os profissionais do clube baiano optaram por não falar sobre o impedimento, mas, até para preservar o atleta, o clube celeste se pronunciou. “No Vitória levaram em conta um desgaste que ele tem na parte lateral do joelho direito, decorrente de artroscopia realizada em 2009. Funcionalmente não há qualquer limitação, como mostraram os testes de força”, explicou o médico Sérgio Freire Júnior. De saída está o volante Uelliton, que está em Curitiba fazendo exames e deve assinar com o Coxa Branca até dezembro.

O sorteado
O ganhador do livro Os dez mais do Cruzeiro, de Cláudio Arreguy, é André Friche, e o livro será entregue ao ganhador ou seu representante legal entre amanhã e dia, das 14h às 18h, na sede da TV Alterosa (Avenida Assis Chateaubriand, 499, segundo andar, na redação do portal Superesportes).