Futebol Nacional

CAMPEONATO MINEIRO

Comelli vê tempos distintos no clássico e elogia América: 'time teve personalidade'

Treinador avalia que os jogadores do América fizeram um bom primeiro tempo no Independência e culpa tensão emocional da equipe pela derrota na etapa final

postado em 17/03/2013 21:39 / atualizado em 17/03/2013 22:00

Ramon Lisboa/EM/D.A Press
A estreia de Paulo Comelli no comando técnico do América não foi da maneira que o torcedor esperava. No clássico diante do rival Atlético, na noite deste domingo, no Estádio Independência, pela sexta rodada do Mineiro, o Coelho apresentou o mesmo futebol apático das outras cinco partidas disputadas no Campeonato Mineiro – mesmo na vitória sobre a Caldense, por 1 a 0, na terceira rodada, o time não convenceu o torcedor.

Mais uma vez, o América deixou o campo derrotado, dessa vez, com goleada de 5 a 2. Contudo, Paulo Comelli ressaltou, em entrevista coletiva, que ainda é cedo para o americano perder a esperança na classificação. Ele elogiou o time e lembrou que teve apenas cinco dias para conhecer a equipe, que foi comandada pelo demissionário Vinícius Eutrópio desde a penúltima rodada da Série B do ano passado.

“Nós tivemos apenas cinco dias para trabalhar visando ao clássico e sabíamos da força do Atlético. Apesar da derrota, o América foi um time de personalidade e não teve medo de jogar”, afirmou.

Para Paulo Comelli, o América teve dois tempos distintos na partida. Ele acredita que os seus jogadores demonstraram qualidade técnica no primeiro tempo, porém, o fator emocional desestabilizou o time na segunda etapa. O técnico ainda lembrou que o gol perdido pelo meia Juninho pode ter atrapalhado o Coelho no decorrer da partida.

“Fizemos um primeiro tempo bom, o jogo foi de igual para igual nesse período. Mas cometemos erros nos segundo tempo. Perdemos um gol e erramos muito no sistema defensivo. Deixamos de fazer um gol e isso poderia ter mudado o panorama do jogo. A equipe se perdeu dentro de campo e a parte emocional teve um descontrole”.

Com seis pontos, o América é o oitavo colocado do Estadual. Na próxima quarta-feira, o Coelho vai buscar a reabilitação e a primeira vitória sob o comando de Paulo Comelli diante do Guarani de Divinópolis. O jogo será novamente no Independência. “Agora é esquecer esse jogo contra o Atlético”, receitou o treinador. “Após o jogo falei com os jogadores: ‘perdemos, mas temos um outro jogo na quarta’. Acho que para nós uma derrota como a de hoje não é normal, mas o adversário tem qualidade. Agora temos que pensar nos próximos jogos. O importante é erguer o astral desse grupo e levantar a moral deles”.

Tags: atleticomg