Futebol Nacional

105 ANOS

Presente alvinegro

No dia em que completou 105 anos, Galo recebeu o volante Josué. Ele chega motivado a ajudar a equipe a conquistar um grande título e por voltar a trabalhar com Cuca

postado em 26/03/2013 08:30 / atualizado em 26/03/2013 08:58

Thiago Madureira/E.M/D.A Press
O Atlético tornou realidade um desejo de Cuca. Pretendido pelo treinador desde o fim da temporada passada, Josué desembarcou ontem em Belo Horizonte, para fazer exames médicos, assinar contrato até o fim de 2014 e ser apresentado hoje na Cidade do Galo.

No dia do 105º aniversário alvinegro, o experiente volante pernambucano já chegou ao aeroporto de Confins falando como jogador do Galo. Ele demonstrou muita motivação em defender um time em boa fase. “Estou muito feliz por retornar ao futebol brasileiro. É bom retornar para o Atlético, uma equipe com possibilidade de brigar por títulos. Agora, não dá para falar muito, pois ainda não assinei o contrato e não fiz exames médicos.”

Aos 33 anos, com uma Copa do Mundo (África do Sul’2010) no currículo, Josué deixou boas recordações no Wolfsburg, no qual foi campeão alemão em 2009 e capitão. O atleta já estudava a possibilidade de se transferir para o Galo. Em janeiro, a direção alvinegra lhe propôs um contrato de dois anos, mas o volante estava nos planos do técnico Felix Magath e também tinha compromisso até junho deste ano. Os atleticanos teriam de desembolsar então 2 milhões de euros (R$ 5,4 milhões) pela contratação. Com a troca de Magath por Dieter Hecking, o brasileiro saiu dos planos do clube alemão e quarta-feira acabou liberado para negociar com o Atlético.

Campeão brasileiro em 2006 e 2007 e da Copa Libertadores de 2005 pelo São Paulo, ele espera ajudar o Galo a pôr fim ao jejum de títulos de peso. E chega sabendo da concorrência no meio-campo, com Pierre e Leandro Donizete em excelente fase. “Estou bem. Há apenas cinco dias não trabalho, desde que começaram as negociações, mas no fim de semana anterior joguei os 90 minutos e não vou precisar de tempo. Não sou mais um garoto, tive a oportunidade de jogar no Brasil e lá fora. Depois de seis anos na Alemanha, você cresce como jogador e adquire certa experiência.”

Josué também se diz animado com a possibilidade de reencontrar Cuca, que o dirigiu no Goiás e o levou para o São Paulo. “Ele é muito especial, é um grande treinador. Depois que surgiu o interesse do Atlético, passei a acompanhar o time mais de perto e percebi que a torcida faz a diferença.” O jogador também havia sido elogiado pelo técnico na semana passada. “Temos muita confiança no Pierre como primeiro volante, no Gilberto Silva, que veio como zagueiro, mas Josué é jogador que tem a marcação forte e uma saída de jogo qualificada.”

VOLTA AO BATENTE


Depois de mais uma vitória no Campeonato Mineiro – 3 a 1 sobre o Nacional, em Patos de Minas –, a equipe retorna às atividades na tarde desta terça-feira, na Cidade do Galo, iniciando a preparação para receber o Tupi domingo, no Independência.

E mais...

• Novo atleticano
Alecsandro comemorou na manhã de ontem o nascimento do segundo filho, Nicolas (foto), em uma maternidade de BH, com 47cm e 3,3kg. O atacante e a mulher, Vanessa, já eram pais de Yan, de 6 anos. O jogador, que festejou com uma chupeta o gol marcado na véspera contra o Nacional, contou que o parto havia sido planejado para o dia do aniversário do clube, devido à identificação com a torcida alvinegra.

• Venda antecipada
Os ingressos para o jogo contra o Tupi domingo, às 16h, no Independência, pela sétima rodada do Mineiro, serão vendidos a partir de hoje nos postos tradicionais: cadeira Minas, R$ 20; cadeira Ismênia e Pitangui, R$ 30; especial Minas, R$ 40; especial Pitangui, R$ 60; corporativo Minas, R$ 200; corporativo Pitangui, R$ 300.

Tags: alecsandro josue libertadores copa mineiro campeonato