Futebol Nacional

COPA LIBERTADORES

Sem abatimento

Perda do Supercampeonato Argentino para o Vélez não preocupa o Newell's , que terá todos os titulares para encarar o Atlético nesta quarta-feira

postado em 02/07/2013 08:17 / atualizado em 02/07/2013 08:26

O Newell's Old Boys está ansioso para o confronto de amanhã, com o Atlético, o primeiro da semifinal da Copa Libertadores, e espera dar importante passo para a classificação à final, depois de perder a decisão do Supercampeonato Argentino para o Vélez Sarsfield, no sábado, por 1 a 0. E, ao contrário do alvinegro mineiro, que vai ter o desfalque de três importantes jogadores – Réver, Leonardo Silva e Leandro Donizete –, o rubro-negro rosarino comemora a presença de todos os seus principais atletas para a sequência da competição continental.

A partida de sábado, em Mendoza, colocou frente a frente o campeão do Torneio Inicial 2012/2013, Vélez, e o do Torneio Final 2012/2013, Newell’s. A equipe de Buenos Aires marcou logo no início com Pratto e depois teve competência para segurar o resultado. O adversário de amanhã do Galo teve a chance de empatar o confronto quando Maxi Rodríguez foi derrubado na área pelo zagueiro e capitão Cubero (expulso), mas a cobrança do pênalti, feita pelo principal jogador do time, o atacante Ignacio Scocco, parou nas mãos do goleiro Sosa.

A derrota foi a terceira seguida do Newell’s, que havia sido superado também pelo Talleres, na Copa Argentina, e pelo Argentinos Juniors, na última rodada do já conquistado Torneio Final. Mas o discurso em Rosário é de que houve uma melhora nesse último jogo. “É um golpe pelo resultado, não pela forma. Acredito que voltamos a jogar e fazer o que normalmente fazemos. Tomara que mantenhamos o nível, joguemos da mesma maneira, com maior eficácia”, pede o volante e capitão Lucas Bernardi, que acredita que conquistar a Libertadores seria “o prêmio maior para fechar o ano”.

Comemoração Se o capitão rosarino garante que o Newell’s não vai estar abatido no confronto de amanhã, o técnico Gerardo Martino comemora a inscrição de quatro atletas para esta semifinal. O lateral-esquerdo Horacio Orzán, os zagueiros Santiago Vergini e Gabriel Heinze, além de Scocco – os últimos três, titulares –, ficaram sem contrato domingo. Mas os documentos para novo vínculo foram regularizados e eles estão aptos para encarar o Galo.

A situação mais complicada era de Scocco, artilheiro da equipe, com cinco gols, pois a documentação tinha de vir dos Emirados Árabes, já que ele pertence ao Al Ain – o atacante está emprestado ao Newell’s, que garantiu a opção de compra. “Acredito que vamos chegar sem inconvenientes, pois os garotos querem jogar e estão fazendo de tudo para isso. Tenho a impressão de que não haverá problemas”, havia adiantado o presidente Guillermo Lorente. Assim, o time argentino deve ir a campo com Guzmán; Cáceres, Vergini, Heinze e Casco; Pérez, Mateo (Tonso) e Bernardi; Figueroa, Scocco e Maxi Rodríguez.