Futebol Nacional

ATLÉTICO

Da primeira à última proposta, Bernard teve valorização de 525% no mercado

Al Ahli, do Catar, ofereceu 4 milhões de euros no jogador ex-Atlético em 2011

postado em 09/08/2013 08:02 / atualizado em 08/08/2013 16:20

[COMPARACAO1]
Em agosto de 2011, o Atlético venceu o Fluminense na final da Taça BH de futebol júnior. O gol do título foi marcado por Bernard. Um mês depois, o meia-atacante, que já transitava no elenco profissional alvinegro, recebeu a sua primeira proposta do exterior.

O Al Ahli, do Catar, ofereceu 4 milhões de euros ao Galo. Tão novo, a promessa do Galo despertava o interesse do futebol internacional. A diretoria alvinegra não aceitou.

Agora, praticamente dois anos depois, Bernard deixou de ser promessa. Virou titular absoluto do Atlético, ídolo e consagrado com dois títulos do Mineiro e principalmente o da Copa Libertadores.

Nesta semana, o camisa 11 foi vendido após uma valorização de 525% no mercado. Foram 25 milhões de euros que o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, pagou pelo meia-atacante de 20 anos.

Entre a primeira e a última proposta, o Atlético teve várias ofertas na mão, sempre recusadas. Confiar no potencial do garoto valeu a pena.

Depois do Al Ahli, do Catar, o Dínamo de Kiev, da Ucrânia, quis Bernard. O rival do Shakhtar queria colocá-lo na negociação do atacante André por um valor estimado de 7 milhões de euros. A diretoria alvinegra rechaçou a ideia.

Já consolidado como jogador de Seleção Brasileira, Bernard teve ofertas maiores neste ano. O Tottenham, da Inglaterra, propôs 18 milhões de euros. O Porto, de Portugal, ofereceu 20 milhões. Mas o Shakhtar levou, por 25, valor fixado pela diretoria alvinegra.