Futebol Nacional

MERCADO

Reforços nacionais

postado em 09/08/2013 08:52

Mesmo que a ambição maior seja vencer o Mundial de Clubes, no Marrocos, o Atlético vai às compras com o intuito de reforçar a equipe com vista à Copa do Brasil e ao Campeonato Brasileiro. O volante Wesley (Palmeiras) e o armador Moisés (Portuguesa) viriam para suprir as carências nas competições nacionais, uma vez que as inscrições internacionais se encerraram em 19 de julho e eles nem poderiam eventualmente disputar o torneio do Marrocos.

A respeito de Wesley, o maior entrave seria a questão salarial (R$ 350 mil), que dificulta até sua própria permanência no Verdão – o clube paulista, na Série B do Brasileiro, passa por crise financeira e corte de gastos. Reserva alvinegro, Neto Berola seria inclusive envolvido na negociação, mas ele também interessa ao Coritiba. Já Moisés, que tem parte dos direitos econômicos vinculados ao Banco BMG, estaria apalavrado com o alvinegro, mas sua liberação depende do técnico Guto Ferreira, que quer contar com o jogador na Lusa.

A única chance de o Atlético se reforçar para o Mundial seria apostar nos jogadores que estiverem sem contrato, caso do armador Renato Abreu (ex-Flamengo), que foi liberado ontem pelo rubro-negro depois de resolvidas as pendências com o clube.. O Galo ainda busca pelo menos um lateral-esquerdo e um atacante. “Temos de trabalhar com cautela. O presidente está tratando das negociações com tranquilidade e responsabilidade”, afirma o técnico Cuca.

Primeiro reforço do Galo pós-conquista da Libertadores, o atacante Fernandinho não foi apresentado ontem, como estava previsto, devido a questões burocráticas a respeito de seu contrato. Ele fez exames médicos na quarta-feira e assinará vínculo de empréstimo por um ano. O jogador foi inscrito pelo Desportivo Brasil, clube da Traffic, em 10 de julho, e não teria problemas em disputar o Mundial.