Futebol Nacional

ATLÉTICO

Contra Náutico, Atlético busca reencontrar caminho das vitórias no Brasileiro

Treinador terá que superar desfalques para armar o time que joga diante do Náutico

postado em 10/08/2013 07:00 / atualizado em 09/08/2013 20:12

Samuel Venâncio/Superesportes

Para o técnico Cuca, o Atlético deixou uma boa impressão no empate contra o Botafogo, por 2 a 2, no Independência. O clube vinha de três derrotas no Brasileiro, ainda de ressaca pela conquista da Libertadores, e conseguiu a igualdade diante dos cariocas nos acréscimos. Agora, o Galo busca reencontrar o caminho das vitórias no Recife, diante do Náutico, lanterna da competição.

A armação do Atlético pode sofrer baixas no sistema ofensivo. O técnico atleticano não poderá contar com Luan, suspenso, e Ronaldinho e Tardelli acusam problemas musculares e são dúvidas. A presença do camisa 9 parece ser mais complicada que a do armador. A provável escalação alvinegra deve ser formada por Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Réver e Junior César; Pierre, Josué, Rosinei e Ronaldinho; Tardelli (Alecsandro) e Jô.

A campanha do Atlético é instável no Campeonato Brasileiro. O clube ocupa a 16ª posição, com 11 pontos, porém, com um jogo a menos que os rivais. Para melhorar o desempenho, o Galo busca reforços. O atacante Fernandinho e o meia Dátolo chegaram ao clube, mas ainda não foram apresentados oficialmente, e a bola da vez é o volante Wesley.

A escalação de Rosinei e Junior César é praticamente certa contra o Timbu. O volante deve atuar mais à frente, na vaga de Luan. Já o lateral entra no lugar de Richarlyson, que foi titular contra o Botafogo. O camisa 6 explicou o revezamento na esquerda e revelou que espera se firmar na posição.

“É até bom explicar isso. Independentemente da decisão do treinador, a gente está sempre trabalhando. Ele me mandou uma mensagem me explicando porque eu iria ficar fora. O Cuca disse que o Botafogo tem uma bola parada forte e ele preferiu usar o Richarlyson. Existe um comandante e a gente respeita a posição do treinador”, se referiu ao último jogo.

Para o volante Rosinei, a versatilidade pode ajudar para executar um papel mais avançado. “Apesar de ser uma função diferente, espero ajudar o grupo no que o treinador pedir. Eu jogo pelo lado do campo e, se ele optar por mim, estarei preparado. Espero ganhar o meu espaço”, afirmou.

Náutico

Na lanterna do Brasileirão, o Náutico entra pressionado na Arena Pernambuco. A equipe perdeu na última rodada para o Goiás e a torcida cobra reação. A equipe tem mandado os jogos na Arena Pernambuco, e a pressão, que era mais forte nos Aflitos, tem feito o Timbu deixar escapar pontos como mandante.

O time de Zé Teodoro deve ir a campo com Ricardo Berna; Auremir, Jean Rolt, William Alves e Luiz Eduardo; Elicarlos, Derley, Angelo Peña e Tiago Real; Maikon Leite e Rogério.

Náutico x Atlético

Náutico

Ricardo Berna; Auremir, Jean Rolt, William Alves e Luiz Eduardo; Elicarlos, Derley, Angelo Peña e Tiago Real; Maikon Leite e Rogério
Técnico: Zé Teodoro

Atlético

Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Réver e Junior César; Pierre, Josué, Rosinei e Ronaldinho; Tardelli (Alecsandro) e Jô.
Técnico: Cuca

Motivo:
13ª rodada do Campeonato Brasileiro
Estádio: Arena Pernambuco
Data: 10 de agosto de 2013
Árbitro: Italo Medeiros de Azevedo/RN
Assistentes: Marco Antônio de Mello Moreira/GO e Andréa M. Marcelino de Sá/RJ