Futebol Nacional

Valem todas as apostas

Atlético confia na experiência dos últimos mata-matas para se sair bem na estreia na Copa do Brasil diante do Botafogo. Retornos de Tardelli e Guilherme também são trunfos

postado em 20/08/2013 09:09 / atualizado em 20/08/2013 09:12

Rodrigo Clemente EM DA PRESS
Concentração máxima, inspiração na Libertadores, estudo minucioso do adversário e, em campo, um time mais forte. A obsessão pelo título inédito da Copa do Brasil faz o Atlético apostar em todas as estratégias possíveis para ter êxito já em sua estreia, no confronto de quinta-feira, diante do Botafogo, às 21h50, no Maracanã, pelas oitavas de final. O de volta será dia 28, no mesmo horário, no Independência. O técnico Cuca antecipou a apresentação dos jogadores e a viagem ao Rio de Janeiro para hoje à noite. Amanhã à tarde o time encerra os treinamentos em um dos campos da Escola de preparação do Exército, na Urca. A equipe estará outra vez encorpada, com o retorno do atacante Diego Tardelli, além da escalação do novato Fernandinho e da presença de Guilherme no banco.

Tardelli foi a surpresa ontem à tarde, na Cidade do Galo, dando início aos treinos com bola sob os cuidados do preparador físico Luís Otávio Kalil. Recuperado de dor na coxa esquerda, ele passou por diversos testes específicos e mostrou agilidade e desenvoltura nos exercícios.

“Penso em voltar o mais rápido possível. É sofrível e ansioso ficar de fora. Vou voltar num momento importante, em que a equipe voltou a jogar bem. O relaxamento passou e o time está outra vez concentrado. É um duelo contra uma equipe bem treinada e que está na liderança do Brasileiro. Tivemos provas das dificuldades dos mata-matas na Libertadores e agora esperamos que possamos fazer a diferença outra vez”, afirma o camisa 9.

Ele é vice-artilheiro do Galo na temporada, com 11 gols, ao lado de Ronaldinho Gaúcho, mas não marca há quase três meses, desde a derrota para o Coritiba por 2 a 1, na estreia do Nacional. Nada que tire a animação do jogador, confiante em bom retorno com a camisa alvinegra: “O problema na coxa me atrapalhou muito. Agora precisamos recuperar as boas atuações e jogar com inteligência fora de casa. Sabemos como o Botafogo joga e vamos tentar anular suas armas”.

Outra novidade do Galo no Rio será o atacante Guilherme, finalmente recuperado de estiramento na coxa esquerda. Ele ficará no banco de reservas. O armador Dátolo não pode atuar pela Copa do Brasil porque já jogou pelo Internacional no torneio.

Os jogadores que enfrentaram o colorado ganharam folga ontem à tarde e aproveitaram para passar o dia com os familiares. O armador Ronaldinho Gaúcho e o atacante Jô ficaram em Porto Alegre, o lateral Júnior César embarcou para o Rio ,e Cuca seguiu para Curitiba, onde moram a mulher, Rejane, e as filhas, Mayara e Natasha.

DESCULPAS
Recém-chegado ao Atlético, Fernandinho foi expulso ainda no primeiro tempo contra o Internacional após falta violenta em Jorge Henrique. Ele lamentou o episódio e garante que ficará mais cuidadoso nas próximas partidas. “Houve essa infelicidade, essa expulsão, que me deixou triste. Não posso ficar abatido. Foi um lance involuntário. Nunca fui de levar cartão vermelho. Serve de lição para os próximos jogos. Fui proteger a bola e não tive a maldade de machucá-lo. Coube ao árbitro interpretar da melhor forma possível.” Após a partida, o potencial substituto de Bernard teve uma longa conversa com Cuca e pediu desculpas ao treinador e à torcida.