Futebol Nacional

Em busca do gol

Com novo posicionamento, Natan espera por fim ao jejum de gol no Santa Cruz

Sem marcar há quase um ano, meia jogará mais avançado e espera balançar as redes no clássico com o Náutico, no próximo domingo, nos Aflitos

postado em 27/03/2013 17:45

Alexandre Barbosa /Diario de Pernambuco

Se o técnico Marcelo Martelotte realmente colocar em campo no clássico com o Náutico a equipe que ele revelou nesta quarta-feira, os meias do Santa Cruz terão um posicionamento completamente novo. No esquema 4-5-1, Renatinho e Natan serão como atacantes, vindo de trás, quando tiveram a posse de bola. Sem ela, têm a obrigação de recompor, para não deixar buracos no meio-campo.

É um posicionamento inédito na temporada e completamente novo para alguns jogadores. Natan, por exemplo, só fez uma partida com essa função, em 2010, contra o Confiança, pela Copa do Nordeste. Como Martelotte ainda não fez nenhum treino tático, apenas conversou com os atletas sobre a formação, o meia espera ver na prática como deverá atuar no domingo.

"Só joguei uma vez nesse esquema, em 2010, e foi bom porque a gente ganhou de 2 a 0. Nessa função, com a bola a gente se tornar dois atacantes e sem ela somos meias mesmo. Mas ele ainda não fez nenhum coletivo. Prefiro esperar. Não sei ainda se ele (Martelotte) pode mudar de ideia", contou Natan.

E com o novo posicionamento, Natan espera colocar um fim ao jejum de gols, que se aproxima de um ano. "Estou criando expectativa por esse gol há alguns jogos, mas não estou desesperado. Estou tranquilo e se puder servir os companheiros vou fazer tão feliz quanto estivesse fazendo um gol", afirmou o meia.