Futebol Nacional

Confusão

Membros de uniformizada invadem treino do Santa Cruz para fazer protesto

Cerca de 40 pessoas foram ao Arruda reclamar dos jogadores

postado em 20/08/2013 17:23 / atualizado em 20/08/2013 18:39

Ricardo Fernandes/DP/D.A Press
Um dia após evitar passar pelo saguão do aeroporto dos Guararapes, visando evitar algum problema com a torcida, o Santa Cruz não escapou de intimidação dentro da sua própria casa. Nesta segunda-feira, aproximadamente 40 membros de uma torcida organizada coral invadiram o campo do Arruda para protestar contra o mau desempenho do time da Série C.

Não houve nenhum tipo de agressão, mas alguns mais exaltados foram falar como zagueiro Vágner, que observava o treino do banco de reservas. O alvo das crítica eram os jogadores titulares, mas eles estavam fazendo um trabalho regenerativo. Dois seguranças acompanharam a organizada, mas em nenhum momento, agiram de forma intepestiva.

O grupo só se dissipou quando o assessor de impresa do clube pediu que eles saíssem e os levou para falar com os jogadores, dentro dos vesiários. Segundo ele, a conversa foi tranquila, apenas cobrando mais empenho dentro de campo. Entre os que faziam parte do protesto, estava o presidente de uma organizada que participou da coletiva de Sandro Barbosa quando o treinador se pronunciou que não queria entregar o cargo. Nenhum deles quis falar com a imprensa.