Futebol Nacional

SANTA CRUZ

Mesmo sem perder há três jogos, Santa Cruz segue no Z2 do Segundo Turno da Série C

Tricolor vem em sequência de dois empates e uma vitória. Mas mesmo assim continua com segunda pior campanha do returno do Grupo A da Terceirona

postado em 14/08/2019 10:16 / atualizado em 14/08/2019 10:33

<i>(Foto: Paulo Paiva/DP Foto)</i>
Já se passaram sete das nove rodadas do segundo turno da Série C e o Santa Cruz segue com o sonho - cada vez mais distante - da classificação às quartas de final da Terceira Divisão. O cenário tricolor poderia ser menos desanimador se a equipe tivesse um aproveitamento melhor após a virada de turno. Isso porque, nas sete partidas, os recifenses somaram apenas seis pontos e só têm desempenho melhor que o Ferroviário-CE, com quatro.

A história do Santa Cruz na Série C 2019 começou mal. Quando demitiu Leston Júnior, ao fim da quarta rodada, o Tricolor amargava a lanterna do torneio, ainda sem vitórias. Na chegada de Milton Mendes, porém, o time engatou treze pontos em cinco jogos e fechou o turno na vice-liderança do grupo. Com a chegada do returno, porém, a invencibilidade de Milton foi embora junto aos bons números. O aproveitamento, que era de 86% e de 59% no turno, caiu para apenas 28,6% no returno.

A queda no aproveitamento coral afastou a equipe da briga pelo G4. Antes vice-líder do Grupo A, o Santa Cruz é, atualmente, apenas o sétimo colocado do torneio. A partir da décima rodada, foi apenas uma vitória, contra o Imperatriz, de virada com dois gols nos minutos finais. Ao lado dos empates contra ABC e Confiança, esses foram os três últimos jogos tricolores. Mesmo a sequência de três jogos sem perder, porém, ameniza a situação coral, que, no returno, só supera a do Ferroviário-CE. Os cearenses só têm uma vitória neste recorte. Coincidentemente ou não, no Arruda, sobre o próprio Santa.

Para se ter uma ideia de quão ruins são os números corais, em uma projeção ampliada com 28,6% de aproveitamento em toda a competição, o clube coral teria números piores ao do lanterna do Grupo A, o ABC, que tem 29,2%. Os números são pouco melhores, por exemplo, que as campanhas do Santa Cruz nas Séries A de 2006 e 2016, duas das piores na história dos pontos corridos, com 24,6% e 27,2%, respectivamente. 

Em busca de recuperação no returno e de manter vivas as esperanças de se classificar às quartas de final, o Santa Cruz recebe o Globo-RN no próximo sábado. O jogo acontece na Arena de Pernambuco e será o último jogo do Santa Cruz como mandante na primeira fase do campeonato. Em caso de desclassificação, será a última partida do Santa Cruz em seus mandos na temporada 2019, ao menos em caráter oficial.