Futebol Nacional

SANTA CRUZ

Completamente reformado, Santa Cruz estreia no Pernambucano buscando dias melhores

Do time titular que fracassou na Série C do ano passado, apenas o atacante Pipico estará em campo contra o Petrolina, no Arruda

postado em 17/01/2020 21:35

(Foto: Santa Cruz/Divulgação)
Ano novo, vida nova. O surrado clichê se aplica completamente ao Santa Cruz para 2020. Após o fracasso da temporada passada, quando a equipe sequer chegou a segunda fase da Série C, o departamento de futebol tricolor passou por uma profunda reformulação. Desde o executivo de futebol, que passou a ficar a cargo de Nei Pandolfo, passando pelo técnico Itamar Schulle e obviamente chegando ao elenco. 

Assim, do time que fará a estreia no Campeonato Pernambucano neste sábado, às 19h, contra o Petrolina, no Arruda, apenas os zagueiros William Alves e Danny Morais, o meia Luiz Felipe, além do atacante Pipico estavam no grupo do ano passado. Sendo que apenas o centroavante era considerado titular.

E esse novo, o Santa Cruz ainda deve passar por novas mudanças com o passar da temporada. Isso porque, apesar de já ter anunciado 17 contratações para 2020 (quatro desses já liberados), a diretoria tricolor ainda busca mais reforços. Ao ponto do técnico Itamar Schulle ter que improvisar o zagueiro Feliphe Gabriel (ex-Náutico) na lateral esquerda, uma vez que Fabiano, única opção de origem para o setor, não foi regularizado.

“Acho que a gente tem que estar muito preocupado é com o nosso trabalho, com o que a gente tem feito, respeitando o adversário, que é uma equipe forte, rápida, com meio campo experiente e jogadores velozes na frente. Uma zaga bem alta e laterais que descem com bastante intensidade. O Petrolina fez dois jogos muito consistentes com o Juazeiro e o último acabaram vencendo com tranquilidade. Adversário difícil, mas temos que estar preocupados conosco, com o nosso trabalho”, destacou Schulle.

“A gente passa dificuldade até pelo nosso preparo físico, porque tem atleta que chega mais cedo, outro que chega no decorrer da competição e outro que vem depois. Então hoje, na realidade, você tem três grupos treinando. Nós temos o grupo A, B e C. Então isso tudo requer demanda, requer trabalho, requer atenção para que, com o decorrer dos próximos 10 dias a gente possa ter um grupo só”, completou.

Arruda

A cara nova do Santa Cruz não estará apenas no time que entrará em campo. Após seis meses, o Tricolor voltará a atuar no Arruda (o último compromisso foi no empate por 1 a 1 com o Botafogo-PB, em julho, pela Série C) e encontrará um estádio reformado. Tanto na arquibancada, que ganhou nova pintura, quanto no gramado, completamente novo.

Além disso, o time deve estrear a nova camisa alusiva ao 40 anos do título Fita Azul, na cor branca, réplica da utilizada pelo time na excursão invicta ao Oriente Médio em 1979.

Ficha do jogo

Santa Cruz
Luiz Fernando, Júnior, William Alves, Danny Morais e Feliphe Gabriel; Bileu, Paulinho e Luiz Felipe; Mayco Félix, Augusto Potiguar e Pipico. Técnico: Itamar Schulle.

Petrolina
Diego; Nem, Wallace, Montanha e Jefferson Plim Plim; Delegado, Cícero e Daniel; James Dean, Dênis e Saci. Técnico: Higor César.

Local: Arruda
Horário: 19h
Árbitro: Diego Fernando Silva de Lima
Assistentes: Bruno Cesar Chaves e John Andson Alves Ribeiro
Ingressos: R$ 40 (arquibancada) e R$ 20 (sócios e estudantes)