Futebol Nacional

SANTA CRUZ

Afundado em crise, Imperatriz deve ter apenas 15 jogadores para enfrentar o Santa Cruz

Time do Maranhão vive momento conturbado na administração, no elenco e na tabela da Série C, de onde pode ser rebaixado já contra os corais

postado em 29/10/2020 07:30 / atualizado em 29/10/2020 09:01

(Foto: Assessoria/SID)
Goleiro reserva, zagueiro lesionado e atacante sem ritmo. Esse era o banco de reservas do Imperatriz, próximo rival do Santa Cruz, no último jogo, vencido pelo Remo por 5 a 0. Agora, com quatro reforços de última hora, os maranhenses tem elenco suficiente para entrar em campo contra o Tricolor. O que, não reduz o cenário de crise administrativa e técnica que vive o Cavalo de Aço, que dependendo de resultados, pode terminar a rodada já rebaixado.

Em doze jogos na Série C, o Imperatriz soma apenas um ponto, na estreia. Desde então, a equipe viu a empresa que geria seu futebol sair com apenas dois meses de parceria e levar uma série de jogadores vinculados a ela. Com isso, o elenco foi escoado para apenas 14 nomes. De quebra, uma punição na Fifa impediu o clube de registrar novos atletas por causa de uma dívida não para ao Fênix-URU por uma contratação no início do ano.

Na terça-feira, quatro recém-saídos acertaram seu retorno ao time e por não terem oficializado rescisão, estão liberados para jogar. Do outro lado o zagueiro Henrique Mattos, e o atacante Jerinha, que foram ao banco contra o Remo, ficam de fora. Além deles, o atacante Cesinha, destaque do time, cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo.

Assim, o Imperatriz recebe o Santa em uma situação melhor que esteve no último jogo. Com opções reais para o banco, o técnico Charles Guerreiro pode mexer no time, algo reclamado pelos jogadores, que ameaçaram sequer entram em campo contra os corais por causa do desgaste causado pela falta de peças de reposição. Em resposta, a diretoria chegou a afirmar que não poderia forçar os jogadores, mas conseguiu amenizar a situação.

Ainda assim, o Imperatriz deve ter apenas 15 jogadores para o jogo de sábado, que pode selar o rebaixamento à Série D. Isso acontece caso o time perca para o Santa enquanto Treze e Botafogo-PB vençam Ferroviário e Jacuipense e o Paysandu não perca para o Manaus. Para o Santa, o jogo não vale a classificação matemática, mas pode elevar os corais à marca dos 30 pontos, que sempre classificou os times na Série C.