Futebol Nacional

Série B

Geninho evita lamentar derrota e diz que time fez boa partida

Para treinador rubro-negro, saída de Toby, após choque com Magrão, pode ter desconcentrado a equipe na derrota por 1 a 0 para o Avaí

postado em 09/10/2013 00:31 / atualizado em 09/10/2013 01:11

João de Andrade Neto /Esportes

Ricardo Fernandes/DP/D.A Press
Sempre sereno em suas observações, o técnico Geninho procurou evitar lamentar em excesso a derrota para o Avaí. Para o treinador rubro-negro, o time pernambucano fez uma boa partida e poderia ter até vencido o confronto. Para ele, a saída do zagueiro Toby contribuiu para o revés, apesar de destacar que o lance do gol catarinense não foi resultado da substituição forçada. O jogador deixou a partida de ambulância após chocar a cabeça com o joelho do goleiro Magrão, em uma dividida de bola, mas passa bem. 

 

"Falar de uma derrota nunca será positivo. Mas o time não jogou mal, mas não esteve no nível de outras partidas. Cometemos alguns erros que não se pode cometer. Falhamos muito pelo lado direito e tivemos pouca ofensividade. Mas foi um jogo amarrado, com muitos erros de passe também devido à chuva, que deixou a bola 'viva'. Não posso falar que o resultado foi injusto. O Avaí fez o jogo da vida e nós tivemos uma boa chance no chute do Felipe Azevedo (no segundo tempo). Poderia ser empate ou uma vitória por 1 a 0 para qualquer lado", destacou o treinador leonino, que lamentou a saída de Toby, após choque com o goleiro Magrão.

"Acho que o lance do gol não teve a ver com a troca na zaga. No lance do gol tivemos a bola duas vezes no nosso pé. Mas não pensava em trocar um zagueiro. Foi uma bola dividida no meio da área. A saída do Toby trouxe um grande prejuízo porque ele estava bem no jogo. A saída dele, na ambulância, também pode ter desconcentrado a equipe. Os jogadores podem ter ficado com a cabeça em dois focos. Na partida e no companheiro", finalizou.

Após a partida contra o Avaí, o Sport viaja nesta quarta-feira para Araraguara. No sábado, enfrenta o Oeste, em Itápolis.