Futebol Nacional

PE2013

Na estreia do time principal, Náutico bate Porto com facilidade por 3 a 0

Rogério, autor de um gol, foi um dos grandes destaques da partida

postado em 02/02/2013 21:54 / atualizado em 02/02/2013 22:37

Lucas Fitipaldi /Diario de Pernambuco

Bernardo Dantas/DP/D.A.Press.
Caruaru - O torcedor alvirrubro que decidiu pegar a BR-232 na tarde deste sábado voltou de Caruaru satisfeito. Em seu primeiro jogo da temporada, o time principal do Náutico deixou a melhor impressão possível. Kieza, Rogério, Martinez e Cia. talvez tenham entrado em campo com uma pitada de motivação a mais após as boas apresentações do expressinho timbu. Contra o Porto, Marcos Vinícius foi o único remanescente do time Sub-20 alvirrubro. Titular, ajudou os companheiros a tornar o jogo fácil desde o início no Luiz Lacerda.

Com apenas 5 minutos, o Timbu já vencia. Kieza, oportunista que só ele, pegou de primeira uma bola levantada por Rogério da direita, em cobrança de falta. O saldo do primeiro tempo ainda teve mais duas bolas na trave, uma chance clara desperdiçada por Rogério, e outro gol do próprio Rogério. A sensação foi de fatura liquidada na descida para o intervalo.

BLOG: TROPA DE ELITE DO TIMBU COMEÇA CAMINHADA NO ESTADUAL

Bernardo Dantas/DP/D.A.Press.
O Náutico foi senhor absoluto do jogo na primeira etapa. Peças como Rogério, Kieza e Martinez estiveram muito bem. Tímido, o Porto acabou dominado. Não fossem o gol perdido por Rogério e a sorte do goleiro adversário, o Timbu poderia ter marcado pelo menos mais três gols no primeiro tempo.

Na volta do intervalo, a expulsão de Alemão logo no início da segunda etapa conteve o ímpeto alvirrubro. Imediatamente, Levi Gomes recompôs o sistema defensivo, ao trocar Elton por Luiz Eduardo. Com um homem a mais, o Porto tentou esboçar uma reação, enquanto o Náutico tratou de administrar a vantagem. Mesmo sem se expor, o Timbu chegou ao terceiro gol aos 21 minutos. Wallace derrubou Kieza na área e o árbitro não titubeou para marcar o pênalti. O goleiro defendeu a cobrança de Kieza, mas o próprio atacante aproveitou o rebote.

No fim, o Porto ainda teve um gol anulado pelo assistente Elan Vieira após cobrança de escanteio. Não mudaria nada se tivesse sido validado. Àquela altura, por volta dos 40 minutos, a história do jogo já havia sido escrita. À distância, o novo técnico alvirrubro, Vágner Mancini, deve ter gostado do que viu. Ele assume o comando da equipe nesta segunda-feira com o Náutico, quem sabe, na liderança do campeonato. A vitória levou o Timbu aos 10 pontos. Só uma vitória do Serra Talhada sobre o Ypíranga, neste domingo, tira a liderança alvirrubra.

Porto 0
Emanuel, Henrique, Joécio, Walllce, Fabrício (Jackson); Vagner Rosa, Renan, Josias (Daivson) e Tarciano; Joelson e Lalá (Mateus). Técnico: Janduir

Náutico 3
Felipe, Auremir, Alemão, Allyson e Bruno Colaço; Elicarlos, Martinez, Marcos Vinícius (Marcos Paulo), Elton (Luiz Eduardo), Rogério e Kieza (Reis). Técnico: Levi Gomes (interino)

Local: Luiz Lacerda (Caruaru)
Árbitro: José Washington
Assisistentes: Elan Vieira e Karla Santana
Gols: Kieza (aos 7 do 1 T e aos 21 do 2 T); Rogério (aos 32 do 1 T)
Cartões amarelos: Alemão (N), Alison; Fabrício, Wallace (P)
Cartões vermelhos: Alemão (N)
Público: 7.527
Renda: R$ 60.410