Futebol Nacional

CT

Mancini diz ter detectado "olhos de tigre" nos atletas timbu de "equipe vencedora"

Treinador garantiu que, após derrota para o Sport, elenco teve mudança de postura

postado em 26/03/2013 18:32 / atualizado em 26/03/2013 19:13

Daniel Leal /Diario de Pernambuco

Na análise do técnico Vágner Mancini, a derrota no clássico para o Sport já foi superada. Há muito tempo. A goleada sobre o Central na última rodada, em Caruaru, teria sido uma boa prova disso. Muito mais pela mudança na postura da equipe, dentro e fora de campo. O olho no olho com os jogadores comprovou isso, de acordo com o treinador. Os "olhos de tigre", diferentes do usual, soaram como um recado para Mancini. Uma mensagem de time atento, determinado e vitorioso.

"Os atletas assimilaram bem aquele derrota. Digo isso porque no jogo contra o Central tiveram um comportamento exemplar tanto em campo, como no hotel e nos vestiários. Jogaram com muita determinação, entraram na partida com o olhar atento, de tigre. Se você detecta isso em uma equipe é porque ela está sempre mais perto de vencer", disse Vágner Mancini.

Questionado sobre o jogo contra o Santa Cruz, domingo, nos Aflitos, o treinador alvirrubro demonstrou conhecer, e bem, o adversário. "O Santa joga de maneira ofensiva, com dois meias leves, e um atacante que faz muitos gols. No meio, tem ainda dois homens marcação e joga com uma linha de dois zagueiros e um outro zagueiro como lateral-direito. Venho vendo o Santa jogar há bastante tempo. Por ser um clássico, temos que entrar com máxima atenção e concentrados ao longo da semana para domingo dar tudo certo", pontuou.

Marcação individual

Questionado sobre uma possível marcação individual de Everton Sena (que tem histórico nesse tipo de ação) sobre Rogério, Mancini afirmou que isso passa pela sua cabeça e que a solução seria "simples". "Everton joga pelo lado direito, seria então só utilizar Rogério do outro lado. Sabemos que pode haver essa marcação acirrada, mas temos elementos em campo que destrua a estratégia do Marcelo (Martelotte)", disse o treinador alvirrubro, emendando elogios ao técnico rival.

"É um cara inteligente, que deve estar analisando o Náutico e vamos tentar ver um esquema para vantagem. Na hora do jogo, vamos tentar usar uma ou outra intervenção surpresa. Espero que o Náutico leve vantagem", concluiu.