Futebol Nacional

Copa do Brasil

Acionado e confiante em Levi, Josa espera por vitória contra o Crac-GO

Volante gostou da formação com três volantes utilizadas pelo técnico interino do Náutico

postado em 10/04/2013 11:15 / atualizado em 10/04/2013 11:32

Yuri de Lira /Diario de Pernambuco

Ricardo Fernandes/DP/D.A Press
Escalado pelo técnico Levi Gomes para formar o trio de volantes do Náutico com Martinez e Rodrigo Souto, Josa, em entrevista ao repórter Leonardo Boris, da rádio CBN Recife, falou que os jogadores alvirrubros estão focados no jogo desta quarta-feira, contra o Crac-GO, em Catalão, na estreia do Timbu na Copa do Brasil. As derrotas passadas ficaram para trás. No entanto, reafirmou que uma vitória nesta partida poderá amenizar o clima pesado deixado nos Aflitos nos últimos dias. Para que a equipe não seja novamente surpreendida por um adversário de uma divisão inferior, o volante revelou que os atletas vêm tendo várias conversas para acertar alguns pontos falhos.

"A gente está conversando bastante entre nós mesmos para mudar alguma coisa. Estamos trabalhando muito e conversando até além da conta para se entrosar dentro de fora de campo", disse o cabeça de área. No jogo desta quarta, Josa será o volante mais encarregado com a marcação, enquanto Martinez e Souto ficarão mais livres para armar jogadas e chegar ao ataque. Segundo Josa, uma estratégia que pode dar certo.

"O Levi chamou a gente para uma conversa e frisou que queria voltar àquele sistema antigo do Náutico que deu certo no Brasileiro. Todo mundo concordou. Vamos ajudar o time para que as vitórias comecem a voltar e todos ficarem felizes", relatou.

Uma das armas do Crac é o atacante Pantico, destaque do Campeonato Goiano. Josa, porém, prefere não voltar tanto as atenções para o jogador. "Falamos por alto do Pantico, mas o que a gente menos tem que olhar são os jogadores deles. A gente tem que fazer a nossa parte porque estamos precisando desta vitória para acalmarmos os nervos e ter uma semana mais calma". Perguntado se a mentalidade já era eliminar o duelo de volta nos Aflitos, Josa se esquivou. "Não pensamos muito nisso. Se der, vamos procurar vencer bem", finalizou.