Futebol Nacional

O Zé de sempre

Com o conhecido discurso otimista, Zé Teodoro foi apresentado nos Aflitos

Bicampeão pernambucano pelo Santa Cruz, Zé Teodoro promete um time mais pegador para o Náutico na Série A

postado em 18/06/2013 09:41 / atualizado em 18/06/2013 11:36

Último treinador campeão estadual pelo Náutico, Zé Teodoro retorna aos Aflitos com a missão de reverter a má situação do Timbu nesse início de Série A e repetir a boa campanha do ano passado. Para isso, o discurso na sua apresentação, ontem, foi de mudar o comportamento do elenco. “Primeiro, eu quero organizar. Já pedi vídeos dos cinco jogos para assistir. Vou analisar tudo e, dentro do trabalho da intertemporada, vamos melhorar. Preciso sentir o espírito e ver se os jogadores querem abraçar essa causa”, conta o treinador que já viajou para Goianinha (RN), onde o time está treinando.

Pela falta de uma larga experiência na primeira divisão, Zé admite que chega com desconfiança por parte da torcida. “Tem uma desconfiança, mas a mudança de treinador motiva. Conheço a maioria dos atletas e sei que posso resgatar e tirar o melhor deles. Vamos trabalhar em conjunto. Contra a Ponte Preta, vocês já vão ver uma mudança de comportamento”, garante. “Futebol não tem mistério, não tem o que inventar, quero todo mundo marcando, até o Ricardo Valois”, brincou com dirigente alvirrubro que estava ao seu lado. “O time vai se impor. Para jogar comigo tem que ser guerreiro. Tem que vestir a camisa nesse momento”, afirma.

Mesmo sem citar o ex-clube, Zé comparou as condições de trabalho no Náutico e no Santa Cruz. “Estou chegando em um local estruturado, com pessoas mais experientes, um clube mais organizado. Aqui vou me preocupar apenas em arrumar o time dentro de campo. No Náutico, hoje, a gente vê perspectiva. Vamos ganhar credibilidade, montar um time competitivo, vibrante, de sangue no olho, pegador. Precisamos de equilíbrio. Nessas duas semanas vou buscar uma formação para agradar o torcedor como Gallo agradou. Time modesto, mas com vontade e garra”, afirmou.

Gringo
O meia argentino Diego Morales, de 26 anos, foi apresentado às pressas, ontem, nos Aflitos. O jogador teve que sair correndo para o aeroporto, pois amanhã vai casar e, por isso, ficará 10 dias na Argentina. O atleta chega definitivamente ao Brasil, no dia 28 de junho, quando se integra ao elenco do Náutico para a intertemporada. O contrato com o Timbu vai até dezembro de 2014. O mei-campista estava no Al-Ali, da Arábia Saudita.