Futebol Nacional

CLÁSSICO DAS EMOÇÕES

Náutico e Santa Cruz se enfrentam nos Aflitos, em clássico mais importante da temporada

Jogo decidirá o futuro do tricolor na Série C, enquanto alvirrubros busca 1º lugar e chance de eliminar o rival da competição

postado em 23/08/2019 22:00 / atualizado em 23/08/2019 20:48

<i>(Foto: Léo Lemos/Náutico e Leandro Santana/DP)</i>
Esqueçam os quatro primeiros Clássicos das Emoções de 2019. Não importa se Pipico foi o carrasco do Náutico com quatro gols, se a renda da Copa do Brasil foi dividida ou o jejum de vitórias alvirrubras nos confrontos anteriores. O jogo que realmente importa neste ano acontece neste sábado, às 17h, nos Aflitos, pela última rodada da primeira fase da Série C do Campeonato Brasileiro. O motivo? É a partida que vale para os tricolores a oportunidade de seguir sonhando com a principal meta da temporada - o acesso para a Série B. E para o já classificado Náutico, seguir para as quartas de final com a moral de ser líder do Grupo A e de quebra, e não menos importante, ver o rival ficar pelo caminho.

Porém, não há como negar que a pressão maior está do lado coral. Após passar cinco jogos sem vencer, com três derrotas nesse intervalo, o Tricolor viu a classificação para às quartas de final ficar distante. E a eliminação praticamente certa no jogo contra o Imperatriz, quando perdia até os 44 minutos do segundo tempo. Mas a virada épica (e a ajuda de outros resultados) deixou o time do técnico Milton Mendes vivo. Mas ainda não dependendo das próprias forças. 

Para avançar ao mata-mata há duas possibilidades. A mais “simples” é vencer o Náutico. Com isso, o Santa precisa torcer por um tropeço de Imperatriz ou Confiança, ambos fora de casa, diante de Sampaio Corrêa e Ferroviário. Já em caso de empate no clássico, os corais passam a depender de dois resultados. A derrota do Imperatriz associada a pelo menos um empate do Botafogo-PB diante do ameaçado de rebaixamento Treze, em Campina Grande.

No entanto, apesar da situação delicada, Milton Mendes não fez mistério quanto a escalação da equipe. Com todos os treinos abertos à imprensa, o treinador confirmou que a única novidade com relação à formação que derrotou o Globo-RN na última rodada é o retorno do atacante Dudu, que entra na vaga de Jailson. 

“Eu não gosto de esconder time. Só fiz contra o Confiança porque foi a única vez que a gente jogou de uma forma diferente. Vamos jogar para vencer. O time é ofensivo. Lógico que só a vitória nos interessa. E é em cima dela que nós vamos trabalhar”, reforçou o comandante coral.


 
Pelo lado alvirrubro, ocorre justamente o inverso. Com a classificação já assegurada, assim como a certeza de fazer o jogo de volta do mata mata nos Aflitos, a tendência é de que o técnico Gilmar Dal Pozzo poupe boa parte dos titulares. Seja por número de cartões ou desgaste físico. Por isso, o treinador realizou dois treinos sem a presença dos jornalistas e não confirmou a equipe.

Certo apenas que os atacantes Paulinho e Matheus Carvalho, com problemas físicos, serão resguardados. Situação que pode se estender a outros titulares, como o zagueiro Camutanga e o atacante Thiago. De toda forma, o treinador alvirrubro garante que não haverá relaxamento da sua equipe no clássico.

“O sentimento do torcedor é o mesmo do técnico. Ele quer ganhar o jogo porque vale liderança. Então esse é o primeiro sentimento. O outro é ponderar, é saber que temos uma sequência importante na competição", destacou.

Para ser líder, além de vencer o Santa Cruz, o Náutico ainda depende de um tropeço do Sampaio Corrêa diante do Imperatriz, em São Luís.

Ficha técnica

Náutico 
Jefferson; Hereda, Diego Silva, Fernando Lombardi e Erick Daltro; Josa (Jhonnatan), Jiménez, Jhonnatan (Jefferson Nem); Jean Carlos, Rafael Oliveira e Álvaro. Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

Santa Cruz
Anderson; Cesinha, Vitão, João Victor e Victor Lindenberg; Charles, Everton e Daniel Costa; Augusto, Dudu e Elias. Técnico: Milton Mendes.

Local: Aflitos 
Horário: 17h
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Michael Correia (RJ) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)
Ingressos: R$ 60 (aquibancada) e (R$ 30 meia entrada).