Futebol Nacional

NÁUTICO

Com dúvidas sobre M. Carvalho e Kieza, técnico quer Náutico apenas com "jogadores 100%"

Atacantes iniciaram transição física na segunda-feira e farão testes no treino de hoje para saber vão ser relacionados

postado em 18/02/2020 16:46 / atualizado em 18/02/2020 17:12

(Foto: Tarciso Augusto / Esp. Dp foto
)
Na véspera do jogo diante do Botafogo, o técnico Gilmar Dal Pozzo concedeu entrevista coletiva e não adiantou o time que entrará em campo e nem ao menos os relacionados. Isso se deve ao fato que treinador espera os resultados da recuperação de Matheus Carvalho, que se recupera de desgaste muscular, e Kieza, que iniciou transição após romper o ligamento do tornozelo esquerdo. 

De acordo com o comandante do Timbu, apenas jogadores que estejam 100% aptos irão a campo para a partida mais importante de 2020, até agora, contra o Botafogo. Assim, Dal Pozzo revelou que irá avaliar junto com preparação física e departamento médico a participação no treino de hoje, que acontecerá às 20h, nos Aflitos e será fechado para a imprensa. 

“Temos o treino de hoje à noite ainda para poder definir. Uma coisa é certa: a gente não vai tomar nenhum tipo de decisão em cima da emoção. É vontade do atleta, e nossa também, que ele (Kieza) participe. Temos que trabalhar com a razão. Um jogo desse nível precisa ter jogadores que estejam preparados na condição física, na questão clínica, mental e tática. E se uma delas não estiver funcionando, a gente não vai ser imprudente de colocar o atleta. É um jogo só e vai com o que tiver de melhor. O caso do Kieza vai depender muito da evolução de ontem para hoje. Quanto ao Matheus, é a mesma situação do Kieza, a gente vai avaliar e decidir. Mas pode ter certeza que não vamos tomar nenhuma situação precipitada, na emoção", explicou. 

Dal Pozzo ainda coloca que vem fazendo um intenso trabalho de análise do adversário na partida que vale R$ 1,5 milhão e a classificação para a terceira fase da Copa do Brasil. 

"Fizemos uma análise profunda com relação ao Botafogo, da parte técnica e da parte tática. Da chegada do Paulo Autuori. Mas, a gente não tinha comentado, porque acho que não é significativo. O Paulo deve ter aproveitado esses dias de intervalo para ter um ajuste na equipe. Essa resposta a gente só vai ter dentro de campo. O Náutico, depois do jogo de sábado, fez um trabalho de recuperação para deixar os atletas na condição 100%, física e mental para importância do jogo contra o Botafogo".

Decisão por pênaltis 

Ex-goleiro, Dal Pozzo disse que tem preparado a equipe para a possibilidade de decidir a vaga na marca penal. Além de contar com o bom desempenho de Jefferson, o treinador coloca que tem simulado as cobranças com direito a perfilamento dos atletas no meio de campo. 

"A gente já treinou ontem e vai treinar hoje. Eu discordo das pessoas que falam que pênalti é loteria. Sempre discordei, ano passado a gente comprovou mais uma vez que é o trabalho. Trabalhamos muito duro ano passado esse fundamento de pênalti. Inclusive, perfilando os atletas no meio campo, fazendo uma condição de ir lá pegar a bola e bater. É muito treino. A gente está preparado, como os nossos goleiros também e fizemos uma análise bem intensa dos batedores adversários", complementou o treinador.