UAI

2

Diego Souza faz gol de bicicleta, Grêmio vence Ponte e vira 2° na Série B

Na reestreia do volante Lucas Leiva, Tricolor conquistou resultado positivo em casa e ultrapassou o Vasco na classificação da Segunda Divisão

23/07/2022 18:47 / atualizado em 23/07/2022 19:26
compartilhe
Jogadores do Grêmio comemoram belo gol de Diego Souza
foto: Lucas Uebel/Grêmio

Jogadores do Grêmio comemoram belo gol de Diego Souza

O Grêmio recebeu a Ponte Preta na tarde deste sábado, na Arena, em Porto Alegre, e venceu por 2 a 1, em partida válida pela 20ª rodada da Série B, a primeira do segundo turno. Com o resultado, o Tricolor Gaúcho pulou para a segunda posição da tabela, com 36 pontos. Já a Macaca permanece na 14ª, com 22.


Além disso, o Grêmio continuou com a marca de invencibilidade em dia: agora são 14 jogos sem perder na competição. Já a Ponte deu fim a uma sequência de seis jogos sem ser derrotada - a última vez havia sido contra o Cruzeiro, no meio de junho.

Os gols foram marcados ainda no primeiro tempo, por Diego Souza, de bicicleta, e Campaz, no rebote. Ambas as assistências foram de Villasanti. Já para a Macaca, o tento foi de Wallisson, no segundo tempo.

A partida ainda marcou o retorno de Lucas Leiva ao clube gaúcho após uma década e meia no futebol europeu. Ele jogou por mais de 30 minutos, entrando no lugar de Biel.

Na próxima rodada, o Grêmio visita a Chapecoense, na terça-feira, na Arena Condá, a partir das 18h30 (de Brasília). Já a Ponte tem compromisso apenas no sábado, no Moisés Lucarelli, diante do Operário, às 19h (de Brasília).

O jogo


O primeiro grande lance do Grêmio foi justamente o golaço de Diego Souza. Aos nove minutos, Villasanti lançou para o camisa 29 dentro da área, que estava de costas. Ele ajeitou a bola no peito e mandou de bicicleta. O auxiliar marcou impedimento, mas, logo em seguida, o VAR confirmou o tento, que abriu o marcador.

Animado pelo gol, o Tricolor foi para cima e, aos 12, Diego roubou a bola e passou para Biel, que chutou e a defesa mandou para escanteio. O segundo foi questão de tempo: aos 23, novamente Villasanti apareceu e acionou Ferreira, rasteiro, que entrou na área e chutou na trave. Campaz apareceu de trás e e estufou as redes.

Depois disso, o duelo ficou mais truncado, sendo que a Ponte não conseguia encontrar espaços para atacar. Foi aos 36 minutos que Felipe Amaral criou a melhor chance, em cobrança de falta. Ela bateu na barreira e, na sobra, ele mesmo chutou, para defesa de Gabriel Grando.

No retorno do intervalo, o jogo seguiu movimentado. No primeiro minuto, em lance com Campaz, Biel mandou para fora. Depois, Bruno Alvez teve chance após cobrança de falta, mas a arbitragem marcou impedimento. Mesmo em melhor momento, o Grêmio acabou levando um gol da Ponte, de cabeça, de Wallisson, após escanteio cobrado pela direita.

Aos 14 minutos, Róger Machado promoveu a reestreia de Lucas Leiva ao time gaúcho. Pouco depois, ele subiu mais alto e mandou bola para fora após escanteio.

A Macaca, porém, queria o empate e foi para cima, primeiro com Artur e depois com Echaporã, ambas para fora. Na sequência, Fessin ficou com a bola, driblou o zagueiro e bateu em cima de Villasanti, em ótima chance da Ponte Preta. Partindo para o final da partida, Grando fez ótima defesa em chute de Echaporã.

GRÊMIO 2 x 1 PONTE PRETA


Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: Sábado, 23 de julho de 2022
Horário: às 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Paulo César Zanovelli da Silva (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Leonardo Henrique Pereira (MG)
VAR: Rodrigo D'Alonso Ferreira (SC)
Cartões amarelos: Echaporã, Da Silva e Wesley Fraga (Ponte Preta); Ferreira e Bruno Alves (Grêmio)
Gols: Grêmio: Diego Souza, aos 9 do 1ºT, e Campaz, aos 23 do 1ºT; Ponte Preta: Wallisson, aos 13 do 2ºT.
Público pagante: 41.932 pessoas// Público total: 43.687 pessoas
Renda - R$ 1.893.242,00

Grêmio

Gabriel Grando; Rodrigo Ferreira, Geromel (Rodrigues), Bruno Alves e Nicolas; Villasanti e Bitello (Pedro Lucas); Biel (Lucas Leiva), Campaz (Guilherme) e Ferreira (Janderson); Diego Souza
Técnico: Roger Machado.

Ponte Preta

Caíque França; Douglas, Fábio Sanches, Thiago Oliveira (Echaporã); Igor Formiga; Felipe Amaral (Wesley Fraga), Léo Naldi, Artur (Jean Carlos); Wallisson, Nicolas (Fessin) e Leandro Barcia (Da Silva)
Técnico: Hélio dos Anjos.
Compartilhe