CRUZEIRO

Ídolo de Coritiba e Cruzeiro, Alex dá boas-vindas a Rafinha por retorno ao clube paranaense

Atletas atuaram nas duas equipes e jogaram juntos no Coxa em 2013

postado em 15/05/2019 15:43 / atualizado em 15/05/2019 16:15

<i>(Foto: Marcelo Sant'Anna/EM/D.A. Press; Bruno Haddad/Cruzeiro)</i>
O ex-craque Alex, ídolo das torcidas de Coritiba e Cruzeiro, deu as boas-vindas ao meia-atacante Rafinha, anunciado nesta quarta-feira como reforço do Coxa. Em uma postagem nas redes sociais, Alex relembrou o período em que os dois atuaram juntos no clube paranaense.

“Fizemos um bom time em 2013. Fui campeão paranaense e o Rafa foi tetracampeão paranaense. Poucos atletas no Coritiba tem esse prazer. Ele está de volta. Seja bem-vindo ao Alto da Glória. Não é mais o mesmo, não atua mais da mesma forma. Mas agregará muito com sua experiência, com a gana de campeão que é. Que possa se divertir muito com nossa camisa por mais um período. Que sua família viva bem aqui como sempre foi… felicidades nesse novo momento, meu amigo... A satisfação que tive durante poucos meses, terá agora o time atual. Estarei sempre na torcida! Bem-vindo, Rafinha!”, publicou Alex, na tarde desta quarta-feira, no Instagram.

Rafinha, de 35 anos, estava no Cruzeiro desde julho de 2016, vindo do Al Shabab, da Arábia Saudita. Ele atuou em 143 partidas e marcou 14 gols pela Raposa. O meia-atacante conquistou quatro títulos: duas Copas do Brasil (2017 e 2018) e dois Campeonatos Mineiros (2018 e 2019).

O jogador retorna ao Coritiba depois de seis anos. Rafinha defendeu o Coxa entre janeiro de 2010 e junho de 2013, quando foi adquirido pelo Al Shabab. Foi em 2013 que o meia-atacante atuou junto de Alex, na época com 35 anos. Eles conquistaram o Campeonato Paranaense daquele ano.

Assim como Rafinha, Alex também tem história no Cruzeiro e no Coxa. O meia foi revelado pelo Coritiba, em 1995, e se aposentou no clube paranaense, em 2014. Já no Cruzeiro, ele ganhou o apelido de “Talento Azul” e o status de ídolo pelas conquistas de 2003 (Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e Campeonato Mineiro). Em duas passagens pela Raposa (2001 e 2002 a 2004), o camisa 10 marcou 64 gols gols em 108 partidas.

Tags: mercadobola interiormg futnacional serieb seriea cruzeiroec