ATLÉTICO

Cazares, do Atlético, rebate críticas sobre irregularidade: 'Se eu conseguisse manter 70 jogos no mesmo nível, estaria no Real Madrid'

Meia sempre foi criticado por não manter uma consistência em suas atuações

postado em 09/10/2019 18:08 / atualizado em 09/10/2019 18:28

<i>(Foto: Bruno Cantini/Atlético)</i>

Técnica e visão de jogo são as principais características do meia Cazares, do Atlético. Apesar do talento, o equatoriano sempre foi questionado pela torcida nos jogos por alternar altos e baixos. Segundo o camisa 10 alvinegro, essa inconstância se deve ao calendário inchado no Brasil e ao desgaste que isso causa no corpo dos jogadores.


Ele ainda ironizou os críticos ao citar que poderia estar no Real se jogasse sempre em alto nível. “São quase 70 jogos num ano. Se eu conseguisse manter 70 jogos no mesmo nível, eu estaria no Real Madrid. Ninguém aguenta essas viagens, até vocês (jornalistas), quando viajam com a gente, também chegam lá cansados, no outro dia você não sabe como vai acordar”, disse o meia.

Em 2019, Cazares já atuou em 40 dos 61 jogos do Atlético, sendo titular em 38 oportunidades, entre Campeonato Mineiro, Copa do Brasil, Copa Libertadores, Copa Sul-Americana e Campeonato Brasileiro. O meia marcou 9 gols e distribuiu 8 assistências pelo Galo na temporada.

Apesar do grande número de jogos, o equatoriano disse dar sempre o seu melhor para contribuir com o time. Entretanto, ele entende que qualquer atleta está sujeito a ter quedas de rendimento em algumas partidas. “Sempre nos jogos estamos focados em dar nosso melhor, mas às vezes tem um que acorda bem e o outro acorda melhor do que a gente. Quando estamos dentro do campo, a gente trata de fazer as coisas bem. Se as coisas não saem é porque a vida é assim, acontece. Então, sempre estou tranquilo, se jogo mal ou jogo bem, o negócio é ajudar meus companheiros e estar tranquilo”. 

Elogios

Mesmo com as críticas, Cazares disse sempre receber carinho da torcida, que elogia seu futebol. “Quando vejo torcedores na rua, quase nenhum fala mal. Todo mundo diz: 'vamos, você tem potencial, é um baita jogador, pode mudar as coisas'.   

Duelo contra o Flamengo

Nesta quinta-feira, o Atlético vai ao Rio de Janeiro enfrentar o Flamengo, às 20h, no Maracanã, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Cazares disse ser uma oportunidade única jogar essa partida e espera que o Galo possa repetir a boa atuação do último domingo. Na ocasião, o time alvinegro empatou em 1 a 1 com o Palmeiras, em São Paulo.

“Como se fala: é tradição. Isso aí, há muitos anos, sempre foi um jogaço. Para nós é lindo vê-lo porque não é qualquer um que tem o privilégio de jogar um jogo desse. Estamos felizes, não é todo dia que você vê um jogaço assim. Vamos correr, lutar, e esperamos ganhar porque também (eles) são jogadores, não são máquinas. Já ganhamos deles aqui, então podemos ganhar deles lá, futebol acontece. Esperamos estar bem”.
 

No primeiro turno do Brasileiro, o Atlético venceu o Flamengo por 2 a 1, no Independência, em 18 de maio, pela quinta rodada. Agora, o Galo vive um momento diferente na competição, com sete derrotas, um empate e apenas uma vitória nos últimos nove compromissos pela Série A.

“Vamos com outra tática, diferente, agora com linha de cinco (na defesa). Ganhamos deles aqui com um a menos. Vejo que Nathan está com confiança, Elias, os três zagueiros, Patric, que vai jogar também, o Fábio. Esperamos que todos nós estejamos fisicamente bem e possamos fazer um belo jogo e, por que não ganhar deles lá? Não é impossível nada na vida”, filosofou Cazares.
 

Tags: interiormg futnacional seriea atleticomg