UAI

2

Em casa, Palmeiras junta os cacos em busca de reabilitação no Brasileirão

Só uma vitória no Allianz Parque pode acalmar os ânimos no Verdão que terá o Bahia apela frente

27/06/2021 12:17 / atualizado em 27/06/2021 12:36
compartilhe
Abel Ferreira aposta em um ataque rápido; Willian pode ser titular
foto: Cesar Greco / Palmeiras

Abel Ferreira aposta em um ataque rápido; Willian pode ser titular

A derrota de 3 a 1 para o Bragantino no meio de semana ainda causa estragos junto ao elenco palmeirense que, neste domingo, às 20h, recebe o Bahia, no Allianz Parque, a fim de voltar a vencer no Brasileiro.

A presença do dirigente Maurício Galiotte na atividade de sexta-feira foi uma tentativa de atenuar o clima tenso marcado pelo tiroteio de declarações entre ele e o técnico Abel Ferreira após revés para a equipe de Bragança. No encontro, ao lado do mandatário, também esteve presente o diretor de futebol Anderson de Barros.

A crise, provocada pelo pedido público de reforços por parte do treinador, não foi bem recebida pelo dirigente, que rebateu as declarações. E diante desse clima tenso, só uma vitória em casa pode acalmar os ânimos.

Enquanto falava com os jogadores, que estavam reunidos do gramado do CT, Galiotte abraçou Abel Ferreira. O gesto foi uma clara tentativa de mostrar que a sintonia entre o comando técnico e diretoria seguem firmes. E para aliviar a tensão, um triunfo diante do rival baiano, no Allianz, ganhou uma responsabilidade bem maior.

Com seu time na quinta colocação do Brasileirão, com 10 pontos, o técnico Abel Ferreira trabalha para superar esse momento de instabilidade que a equipe vive dentro de campo.

E o setor defensivo não tem agradado ao treinador. Sem Weverton, Gustavo Gómez e Matías Viña, que estão defendendo as suas seleções na Copa América, ele trabalha para tentar corrigir o lado esquerdo da sua defesa. Com as falhas de Felipe Melo, improvisado no setor, Kuscevic pode ganhar uma chance e o experiente meio-campista pode retomar seu posto no meio.

Para não ser surpreendido em casa, Abel Ferreira aposta em um ataque rápido para superar a marcação do Bahia. Ele quer explorar a velocidade de Rony e os deslocamentos de Willian ou Breno Lopes para tentar criar situações de perigo.

As últimas atividades contaram com as presenças de Luan e Gabriel Veron, que se recuperam de lesão. O primeiro se livrou de um edema na panturrilha e pode reaparecer na equipe. O segundo ainda está em transição física. Patrick de Paula e Lucas Lima, afastados após serem flagrados em festa clandestina pela diretoria, foram reintegrados e trabalharam com o grupo.

Recuperado de lesão muscular, o jovem Danilo também participou normalmente dos últimos treinos e a tendência é de que seja titular. No gol, Jailson, preservado da última partida, deve retomar seu lugar entre os titulares. É provável que Rony e Luiz Adriano retomem suas vagas no ataque também. Eles vinham sendo reservas nos últimos jogos.

Bahia 

Mas se o Palmeiras tem problemas para colocar o time em campo, a situação no Bahia não é diferente. O técnico Dado Cavalcante não sabe se poderá contar com o zagueiro Germán Conti, que sentiu um desconforto na coxa. Caso não reúna condições de atuar, Luiz Otávio entra na defesa. Já Thonny Anderson cumpre suspensão e não enfrenta os paulistas. A tendência é o retorno de Thaciano no meio-campo.

Com os mesmos 11 pontos do Fortaleza em seis rodadas, o Bahia aparece na quarta colocação na classificação.

Compartilhe