UAI

2

Cerro x Palmeiras: ídolo do Cruzeiro e ex-palmeirense no lado paraguaio

O jogo entre Cerro Porteño e Palmeiras, pela rodada de ida as oitavas de final da Libertadores, será nesta quarta-feira, às 19h15 (de Brasília), no Paraguai

29/06/2022 10:00 / atualizado em 29/06/2022 10:36
compartilhe
Hoje técnico do Cerro Porteño, Arce foi um dos mais importantes laterais da história do Palmeiras
foto: Jose ALMEIDA / AFP

Hoje técnico do Cerro Porteño, Arce foi um dos mais importantes laterais da história do Palmeiras

Palmeiras e Cerro Porteño iniciam nesta quarta-feira a disputa por uma vaga nas quartas de final da Copa Libertadores. O clube paraguaio tem um ídolo do Verdão no comando técnico, além de um atacante que marcou época com a camisa do Cruzeiro.



O jogo entre Cerro Porteño e Palmeiras será às 19h15 (de Brasília), no Paraguai – veja onde assitir. A partida de volta está marcada para o dia 29 de junho, no Allianz Parque, no mesmo horário.

O treinador do Cerro é o ex-lateral direito Arce, que defendeu as cores do Palmeiras entre 1998 e 2002. O paraguaio entrou em campo 241 vezes pelo Verdão, com 57 gols anotados e cinco títulos conquistados: Copa do Brasil e Copa Mercosul de 1998, Torneio Rio-São Paulo e Copa dos Campeões de 2000, além do mais emblemático deles, a Copa Libertadores de 1999, a primeira da história alviverde.

"O Arce será muito bem recebido por todos por tudo o que fez vestindo a camisa do Palmeiras. A gente sempre tem que valorizar quem tem bons serviços prestados e essa gratidão é muito importante para as pessoas que dedicaram uma parte de sua vida para fazer o melhor pelo clube", destacou o o goleiro Weverton, do Palmeiras.

Para o arqueiro, Arce deixou um legado e merece todo o respeito: "Ele é um vencedor, vi só pela televisão, ele batia muito bem faltas e pênaltis, tinha uma batida diferenciada. Ele está fazendo um grande trabalho, classificou o Cerro por mérito. Vai ser bacana poder reencontrá-lo. Sempre será um ídolo".


Marcelo Moreno

Marcelo Moreno marcou o gol do Cruzeiro no empate por 1 a 1 com o Sampaio Corrêa, pela Série B de 2021, no Independência
foto: Leandro Couri/EM/D.A Press - 14/8/21

Marcelo Moreno marcou o gol do Cruzeiro no empate por 1 a 1 com o Sampaio Corrêa, pela Série B de 2021, no Independência



Outro velho conhecido de torcedores brasileiros é atacante Marcelo Moreno. O boliviano jogou no Vitória, Flamengo, Grêmio e Cruzeiro.

A Raposa foi o clube em que mais se destacou no Brasil, com 53 gols marcados em 139 jogos, divididos em três passagens. A última, se inciou em 2020 e terminou em fevereiro deste ano, quando não houve acordo para redução salarial com a gestão de Ronaldo.

Marcelo Moreno é o estrangeiro com mais gols pelo clube celeste: 54 em 147 jogos. Ele conquistou três títulos: dois Campeonatos Mineiros, em 2008 e 2014, e um Campeonato Brasileiro, em 2014.

Marcelo Moreno exibe pintura de camisa do Cruzeiro sobre a pele


No meio-campo, o time de Arce conta com Piris da Motta, que defendeu as cores do Flamengo. Esteve no clube carioca de 2018 a 2021, mas entrou em campo apenas 57 vezes.

Outro jogador com passagem do futebol brasileiro é Claudio Aquino. O meia argentino de 30 anos foi atleta do Fluminense em 2016, mas disputou somente dois jogos pelo Tricolor Carioca.

No Cerro também está o goleiro Jean, de 26 anos, que no Brasil defendeu as cores de Bahia, São Paulo e Atlético-GO. O jogador defendeu o Tricolor Paulista entre 2018 e 2019, fazendo apenas 19 jogos.

A ida do goleiro para o futebol paraguaio se deu em meio a um envolvimento em caso de violência doméstica. Ele chegou a ser preso, por agredir a esposa.




Compartilhe