Paraná

SÉRIE B

América soma ponto fora de casa, mas permanece na lanterna da Série B

Coelho fica no zero com Paraná no Durival de Britto e continua em último

postado em 03/08/2019 18:51 / atualizado em 03/08/2019 19:25

<i>(Foto: Estevão Germano/América)</i>
O América somou um ponco importante fora de casa ao empatar com o Paraná Clube sem gols, neste sábado, no Estádio Durival de Britto, em Curitiba, pela Série B do Brasileiro. O Coelho, que foi melhor na maior parte do jogo e poderia ter saído com mais um triunfo como visitante, não aproveitou as chances e permaneceu na lanterna, com 11 pontos. Nos acréscimos, Neto Berola, que entrara na vaga de Matheusinho, foi derrubado na área, mas o árbitro Rafael Martins Diniz não marcou a penalidade e provocou a ira dos americanos. As partidas da Segunda Divisão não têm o recurso do VAR.

Se vencesse, o América deixaria a incômoda posição, já que o Vitória foi batido pelo Brasil de Pelotas, na manhã deste sábado. O Coelho alcançou o Leão de Salvador em pontos (11 para cada), mas é superado no número de vitórias. Com apenas dois triunfos, o time mineiro é o que menos saiu vencedor na Série B. 

Na próxima rodada, a 15ª da Série B, o América voltará ao Independência em busca da primeira vitória como mandante. O Coelho receberá o Londrina, na terça-feira, dia 6, às 21h30. Será mais um desafio contra um adversário que briga diretamente pelo acesso - a equipe paranaense ocupa o terceiro lugar, com 24 pontos. O Paraná, 23 pontos, terá pela frente o Vitória, em Salvador, sábado que vem. 



O jogo 

O América mostrou personalidade e foi até melhor que o Paraná Clube, mesmo no campo do adversário. O Coelho teve mais iniciativa e poderia ter saído com a vitória no primeiro tempo. Mas o time mineiro esbarrou na falta de pontaria. A melhor oportunidade surgiu com William Maranhão, que recebeu de Felipe Azevedo e concluiu muito mal, por sobre o gol. 

O Paraná, por sua vez, foi muito discreto e acabou cobrado pela torcida na Vila Capanema. O time da casa pouco ameaçou o gol de Jori e teve sorte de não ter deixado o campo com derrota antes do intervalo. No fim da primeira etapa, um susto. Jonatas Belusso teve choque de cabeça com o zagueiro Rodolfo e levou a pior. O atacante do Coelho caiu no gramado e, mesmo recobrando a consciência, foi levado de ambulância a um hospital para avaliação. Junior Viçosa entrou na vaga do titular. 

Pênalti ignorado

Na etapa final, o jogo caiu de rendimento e ficou feio, marcado por muitos chutões e pouca emoção. O América não mostrou o mesmo ímpeto da primeira metade e foi discreto no setor ofensivo. Além disso, o Coelho perdeu força na marcação, enquanto o Paraná buscou tomar a iniciativa, mas pecou pela falta de objetividade. 

A partir da entrada de Rafael Furtado, o Paraná Clube ficou mais agressivo e jogou em cima da defesa mineira. O time da casa, no entanto, não conseguiu criar muita situações de perigo para o Coelho, que foi tímido e pouco chegou à frente. As jogadas pelas laterais nos contra-ataques eram uma opção interessante, só que os mineiros pecaram no passe e também no excesso de individualidade em alguns momentos. 

O técnico Felipe Conceição mexeu, com Geovane no lugar de William Maranhão, na tentativa de aumentar o poder de fogo. Em seguida, Neto Berola substituiu Matheusinho. Na melhor oportunidade do América na segunda etapa, Junior Viçosa finalizou e obrigou Thiago Rodrigues a espalmar. O Coelho melhorou no fim, mas não teve tempo para balançar as redes. O lance mais polêmico foi com Berola, derrubado na área por um marcador aos 47min. O árbitro ignorou o pênalti e provocou a ira do treinador americano, que recebeu o cartão amarelo. Depois de muita reclamação, o trio de arbitragem deixou o gramado com proteção policial.
 
PARANÁ CLUBE 0 X 0 AMÉRICA

PARANÁ CLUBE
Thiago Rodrigues; Éder Sciola, Eduardo Bauermann, Rodolfo e Guilherme Santos; Luiz Otávio, Itaqui (Caio Monteiro), João Pedro e Fernando Neto; Rodrigo Porto (Alesson) e Jenison (Rafael Furtado)
Técnico: Matheus Costa

AMÉRICA
Jori; Diego Ferreira, Paulão, Ricardo Silva e João Paulo; Zé Ricardo, Willian Maranhão (Geovane), Juninho e Matheusinho (Neto Berola); Felipe Azevedo e Jonatas Belusso (Junior Viçosa) 
Técnico: Felipe Conceição

Motivo: 14ª rodada da Série B do Brasileiro
Data: sábado, 3 de agosto
Local: Durival de Britto, em Curitiba
Árbitro: Rafael Martins Diniz (DF)
Auxiliares: Ciro Chaban Junqueira e Lehi Sousa Silva (DF)
Cartões amarelos: Ricardo Silva, Paulão, Zé Ricardo, Felipe Conceição (AME); Thiago Rodrigues, Fernando Neto, Éder Sciola (PAR)

Tags: durival de britto serieb paranapr américa coelho lanterna