Santos

ATLÉTICO

Ricardo Oliveira amplia jejum pelo Atlético e deixa campo nervoso em derrota para o Santos

Atacante foi substituído por Alerrandro, autor do único gol do Galo

postado em 09/06/2019 20:57 / atualizado em 09/06/2019 21:37

<i>(Foto: Bruno Cantini/Atlético)</i>
O atacante Ricardo Oliveira é o artilheiro do Atlético na temporada, com 13 gols, mas vive uma fase de jejum. Na partida deste domingo, contra o Santos, na Vila Belmiro, ele chegou à nona partida seguida sem balançar as redes. Ao ser substituído pelo técnico Rodrigo Santana aos 22 minutos do segundo tempo, o ‘pastor’ deixou o campo nervoso e chegou a atirar um copo d’água no chão quando se dirigia ao banco de reservas.

O momento de ira do centroavante foi flagrado pelo canal Premiere.

Rodrigo Santana minimiza

O técnico Rodrigo Santana colocou panos quentes na reação do jogador ao ser substituído. Segundo ele, na saída de campo, Ricardo Oliveira se queixou por ter se sacrificado muito na marcação da saída de bola do Santos na Vila Belmiro.

“Natural, o jogador que quer fazer gol, a função dele é fazer gol, mas ele está se dedicando muito bem. É o nosso sistema. Mas infelizmente o momento não está saindo gol. No momento que sair (o gol), ele vai ficar mais tranquilo. Ele sente essa pressão por ser o Ricardo Oliveira. Mas está sendo eficiente pelo que a gente está pedindo. Isso aí é natural, já passou. Ele passou e falou: ‘Pô, tô me sacrificando, estou me sacrificando demais’. Mas realmente tem que baixar no momento da marcação. Isso é natural. A maioria dos camisas 9 fica lá colado no zagueiro e com o Santos não pode fazer isso, não pode deixar os volantes deles jogar. Mas isso é natural”, minimizou.

Gol de Alerrandro

Três minutos depois da mudança, Alerrandro marcou o único gol do Atlético na derrota por 3 a 1 para o Peixe, em jogo válido pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

Fase do veterano

O jejum de gols de Ricardo Oliveira inclui os dois jogos contra o Santos pelas oitavas de final da Copa do Brasil; a partida de volta da segunda fase da Copa Sul-Americana, contra o Unión La Calera, do Chile; e as últimas seis apresentações no Brasileiro. Nesse período, o Galo encarou Vasco, Ceará, Palmeiras, Flamengo, Grêmio e Santos pela Série A.

O último gol de Ricardo Oliveira com a camisa atleticana foi na vitória por 2 a 1 sobre o Avaí, no Independência, pela primeira rodada do Brasileirão.

Apesar do momento, Ricardo Oliveira é o principal goleador do time no ano, com 13 gols em 27 apresentações, com média de 0,48 por partida. Em segundo lugar aparece Alerrandro, justamente o concorrente do veterano pela posição. O garoto de 19 anos marcou 12 gols em 18 jogos na temporada, com média de 0,66.

Com a derrota, o Atlético caiu para a terceira posição no Brasileiro, com 15 pontos. O Santos ultrapassou o Galo e assumiu  a vice-liderança, com 17. O Palmeiras lidera, com 19.

Tags: ricardo oliveira pastor seriea santossp atleticomg