UAI

2

São Paulo leva susto, mas goleia São Bernardo e vai à semifinal do Paulista

No Morumbi, São Paulo sai atrás, mas busca virada e se garante na próxima fase com goleada por 4 a 1

22/03/2022 22:52 / atualizado em 22/03/2022 23:03
compartilhe
Calleri (9) entrou na etapa final e fechou o placar da virada tricolor no Morumbi
foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Calleri (9) entrou na etapa final e fechou o placar da virada tricolor no Morumbi


Foi de um modo sofrido, com emoção no segundo tempo, mas o São Paulo está na semifinal do Campeonato Paulista. Nesta terça-feira, no Morumbi, em São Paulo, o tricolor goleou de virada o São Bernardo por 4 a 1, no jogo único pela fase de quartas de final. Três gols foram marcados por jogadores das categorias de base, crias do CT de Cotia: Rodrigo Nestor, Pablo Maia e Marquinhos. O argentino Calleri também deixou a marca, enquanto Matheus Davó abriu o placar para os visitantes.



O adversário na próxima fase do Paulistão, que será no fim de semana, só será conhecido nesta quinta-feira, depois do jogo do Corinthians contra o Guarani, em São Paulo. Com 26 pontos na classificação geral, o time tricolor está neste momento na segunda colocação. Vai torcer para o rival alvinegro não vencer para ter o mando de campo na semifinal.

Ao São Bernardo resta a disputa do Troféu do Interior. Seu adversário também não está definido, pois depende dos resultados dos jogos pelas quartas de final que serão nesta sexta-feira.

O JOGO


Como era de se esperar, o São Paulo começou a partida com maior posse de bola e tentando achar espaços no setor defensivo do São Bernardo. Mas alguns erros de posicionamento permitiram ataques rápidos do time do ABC, que teve três boas chances nos primeiros 15 minutos. Duas com Silvinho, ambas para fora, e uma com o lateral-esquerdo Igor Fernandes, que exigiu boa defesa de Jandrei.

A partir daí, o São Paulo acordou e passou a buscar mais as laterais para entrar na defesa rival, especialmente com Alisson pela esquerda, que infernizava a vida de Cristovam com seus dribles. Cada vez mais fechado, o time de São Bernardo do Campo abusou das faltas para não correr riscos.

Do minuto 30 até o intervalo, foi praticamente ataque são-paulino contra a defesa do São Bernardo. E aí apareceu o goleiro Alex Alves, que se transformou no destaque do primeiro tempo com quatro grandes defesas. Espalmou chutes fortes de Pablo Maia, Eder e Luciano. E ainda evitou o que seria um belo gol de bicicleta do mesmo Luciano. Tudo isso pode até ofuscar uma saída de bola bisonha que Rodrigo Nestor não aproveitou.

O ímpeto ofensivo do São Paulo na parte final da primeira etapa desapareceu na volta do intervalo. E a defesa falhou na marcação pelo meio com Reinaldo aos sete minutos, permitindo o gol de Matheus Davó. O centroavante do São Bernardo recebeu na entrada da área, se aproveitou de uma rebatida de Diego Costa e chutou rasteiro, por baixo de Jandrei, para abrir om placar.

O que era para ser desespero total, virou solução para o São Paulo. Rogério Ceni colocou, de uma vez só, Rigoni, Calleri e Welington e o time acordou do estado letárgico que estava e logo conseguiu o empate. No minuto seguinte ao gol do São Bernardo, Luciano marcou, mas estava impedido. Aos 19 veio a igualdade. Após jogada pela direita de Rigoni, Rodrigo Nestor entrou livre na área e chutou cruzado e rasteiro, sem chances para Alex Alves.

Para ajudar um pouco mais, Paulinho Moccelin, que já tinha cartão amarelo, foi expulso aos 21 minutos e deixou o São Paulo, com vantagem numérica e maior posse de bola, todo no ataque. Graças a uma noite inspiradíssima de Alex Alves, responsável por mais duas boas defesas, o São Bernardo segurava o 1 a 1 até os 35 minutos.

O que o goleiro não esperava era que, aos 37, após jogada ensaiada em um escanteio pela direita, Pablo Maia acertasse um belo chute da intermediária no seu ângulo esquerdo alto, o que o deixou sem qualquer reação. Aos 42, em um rápido contra-ataque, também pelo lado direito, Marquinhos entrou livre na área e fez 3 a 1. No fim, aos 45, foi a vez de Calleri deixar o seu em um toque na saída de Alex Alves. Goleada e classificação no Morumbi.

SÃO PAULO 4 x 1 SÃO BERNARDO


SÃO PAULO
Jandrei; Rafinha, Léo, Diego Costa e Reinaldo (Welington); Pablo Maia, Rodrigo Nestor, Alisson (Marquinhos) e Igor Gomes (Calleri); Eder (Rigoni) e Luciano (Nikão) 
Técnico: Rogério Ceni

SÃO BERNARDO
Alex Alves; Joílson (Ravanelli), Matheus Salustiano e Ligger; Cristovam, Rodrigo Souza, Vitinho Mesquita (Léo Gomes) e Igor Fernandes (João Carlos); Silvinho (Rafinha), Paulinho Moccellin e Matheus Davó
Técnico: Marcio Zanardi

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 22 de março de 2022 (terça-feira)
Árbitro: Douglas Marques das Flores
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli e Fabrini Bevilaqua Costa
VAR: José Cláudio Rocha Filho
Renda: R$ 1.172.472,00
Público: 29.731 torcedores
Cartões amarelos: Pablo Maia, Welington e Eder (São Paulo); Rodrigo Souza e Vitinho Mesquita (São Bernardo)
Cartão vermelho: Paulinho Moccelin (São Bernardo)
GOLS: Matheus Davó, 7, Rodrigo Nestor, 19, Pablo Maia, aos 37, Marquinhos, 42, e Calleri, aos 45min do 2ºT

Compartilhe