UAI

2

Sport vence a Chapecoense e assume a liderança provisória da Série B

Leão vence na Arena Condá, chega aos 14 pontos e ultrapassa o Bahia, que ainda jogará nesta rodada. Chape está em sétimo, com nove

13/05/2022 23:26
compartilhe
Sport bate a Chapecoense e assume a ponta de forma provisória
foto: Liamara Polli/Sport

Sport bate a Chapecoense e assume a ponta de forma provisória


No dia em que completou 117 anos, nesta sexta-feira, o Sport venceu a Chapecoense por 1 a 0 em partida válida pela sétima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Na Arena Condá, Luciano Juba marcou para o rubro-negro, em cobrança de falta.

Com o resultado, a equipe recifense assume a liderança do torneio com 14 pontos somados, apenas um de distância do Bahia, que ainda entra em campo nesta rodada. Já o Alviverde, que segue sem vencer dentro de casa na Série B, fica na sétima posição com nove pontos.

A Chapecoense volta a campo na próxima quinta-feira para enfrentar o Vila Nova, fora de casa, às 19h (de Brasília) pela oitava rodada da Série B. Já o Sport tem pela frente o Novorizontino, na terça-feira, às 21h30.

O JOGO

A Chapecoense chegou a assustar aos oito minutos com um cabeceio de Rodrigo Varanda, mas o Sport foi mais efetivo e abriu o placar quatro minutos depois, com uma cobrança de falta de Luciano Juba. Atrás no placar, a Chape tentou buscar o resultado e levou perigo ao gol de Maílson.

Aos 39, Maranhão aproveitou erro na saída de bola do Sport, chutou ao gol, mas  abola carimbou a trave rubro-negra. Minutos depois, a Chape ficou perto de deixar tudo igual, mas a defesa do Leão estava tenta para tirar o perigo. Matheus Bianqui ficou com a sobra na área, finalizou e a zaga afastou. Em seguida, Lima tentou, mas mandou para fora.

Logo no início da etapa final, Betinho arriscou e obrigou Maílson a trabalhar. Aos 10, Derek tentou de longe, mas a bola passou pelo lado de fora do gol. A Chape tentou incomodar o Sport, no entanto, acabou encontrando dificuldades para levar perigo, sem ter muitas chances claras. O Sport quase marcou o segundo, mas Kayke desperdiçou a chance de ampliar e mandou para fora.

Na reta final, Kayke chegou bem pela esquerda, cruzou na área, a bola desviou em Bianqui, mas bateu na trave de Vagner.

Compartilhe