Vasco

VASCO

Jorge Salgado nega que Falcão será dirigente do Vasco em 2021

Presidente eleito do clube afirmou que informação 'não procede'

postado em 30/12/2020 17:07

(Foto: Peu Ricardo/Diário de Pernambuco)
O Vasco vem mudando seu departamento de futebol já para a gestão de Jorge Salgado. Mesmo sem ter sido empossado, o novo mandatário cruzmaltino vem tendo a escolha dos nomes.

Para a vaga de diretor-executivo, Alexandre Pássaro já é dado como certo. Só que Salgado quer contar com um CEO para o futebol.

A vaga para ser o principal nome do futebol vascaíno pode ser Paulo Roberto Falcão. O ex-jogador é velho conhecido de Jorge Salgado.

No entanto, pelas redes sociais, Jorge Salgado fez questão de rechaçar os rumores.

Salgado elogiou o nome de Falcão e lembrou que o ex-jogador já trabalhou com ele na CBF. O dirigente, no entanto, afirmou que a 'informação não procede', pois não fez e nem fará esta contratação 'nesse momento'.

Além de Falcão, outro nome tratado para a vaga de CEO é Rodrigo Caetano. Só que até o momento nenhum profissional foi anunciado. Os cruzmaltinos ainda precisam escolher o novo técnico, pois Zé Ricardo negou o convite dos dirigentes.

Confira a nota de Jorge Salgado na íntegra:

"Está sendo veiculado na imprensa que eu teria contratado o ex-jogador e ex-técnico da seleção brasileira, Paulo Roberto Falcão, para a posição de CEO do Futebol do Vasco da Gama. Gostaria de esclarecer que essa informação não procede.

Tenho uma relação profissional e de amizade com Falcão de longa data, mantendo contato regular com ele. Falcão foi técnico da Seleção Brasileira no meu período como Diretor de Futebol da CBF.

Além de ter sido um atleta vitorioso no Brasil e na Europa, um dos melhores do mundo na sua geração, Falcão tem um profundo conhecimento do futebol fora das quatro linhas. É um estudioso do futebol, com as portas abertas e respeitado em qualquer círculo do futebol.

Eu trabalho com método, disciplina e planejamento. Não existe absolutamente nada concretizado principalmente porque ainda não é o momento de fechar a contratação do futuro CEO do Futebol do Vasco. Portanto não fiz e nem farei esta contratação nesse momento.

Minha prioridade é ajudar a atual administração do Clube na substituição do nosso treinador, avançar na estruturação do futebol com a chegada do novo diretor executivo, e encontrar caminhos para viabilizar, mesmo antes da posse, o pagamento de parte dos salários atrasados

Tags: vasco falcão presidente salgado futnacional