SÉRIE A

'Reforçado' com trio, Flamengo encara Vitória, em reencontro com Carpegiani

Time carioca tenta se manter na parte de cima da tabela do Brasileiro

postado em 23/08/2018 10:10 / atualizado em 23/08/2018 10:12

Gilvan de Souza / Flamengo
De volta ao Maracanã, no Rio, o Flamengo vai receber o Vitória às 19h30 desta quinta-feira, no estádio em conquistou 25 dos 37 pontos que ganhou no Campeonato Brasileiro. No primeiro turno, foram oito vitórias, um empate e só uma derrota em dez jogos como mandante.

Por outro lado, o desempenho fora de casa vem sendo o calcanhar de Aquiles do time carioca, que não vence como visitante desde 7 de junho, quando bateu o Fluminense por 2 a 0, no Mané Garrincha, em Brasília. E, naquela ocasião, a torcida flamenguista era maioria.

Contra um time de outro Estado, a última vitória fora de casa aconteceu apenas em 26 de maio, em Belo Horizonte, por 1 a 0 contra o Atlético. O Flamengo era líder antes do início da 17ª rodada, na qual perdeu por 2 a 0 para o Grêmio, em Porto Alegre. Quando foi visitante de novo, no domingo, perdeu por 3 a 0 para o Atlético Paranaense, em Curitiba.

Além do "reforço" do Maracanã na rodada de abertura do returno, o Flamengo vai contar com as voltas de Réver e Diego, poupados na rodada passada por causa do desgaste físico, e Diego Alves, vetado antes da partida porque sentiu dores no joelho.

Assim, o técnico Maurício Barbieri está livre de desfalques para escalar a equipe, que reencontrará Paulo César Carpegiani, o seu treinador no início da temporada. "É um cara que nos ensinou bastante. Acabou saindo por coisas do futebol. Vai ser bom revê-lo. Espero que a gente possa vencer", afirmou Éverton Ribeiro.

Um Vitória "diferente", ainda que sem alterações drásticas. Será assim que o técnico Paulo César Carpegiani espera reencontrar o Flamengo. E foi o que ele preparou em atividade fechada à imprensa, na terça-feira, esperançoso em fazer a equipe reagir. "Não há muito o que esconder, mas vivemos um momento delicado onde é importante a privacidade. Precisamos acertar alguns detalhes entre a gente, dentro do grupo. Além disso, trabalhamos algumas situações de jogo para tentar aplicar diante do Flamengo", justificou Carpegiani.

O grande problema do treinador é o sistema defensivo, o mais vazado da competição com 39 gols sofridos. Nos últimos quatro jogos, o clube sofreu 12 gols, uma média de três por partida, números que explicam a queda livre na classificação. Estacionado nos 19 pontos, abre a zona de rebaixamento, com apenas 33,3% de aproveitamento.

A ideia de Carpegiani é não mexer em nenhuma peça no time que perdeu por 3 a 0 para o Palmeiras no último domingo. O zagueiro Kanu sentiu um desconforto muscular e nem viajou para o Rio. Juninho, Walisson Maia e Júnior Todinho ainda estão na etapa de transição e são desfalques certos.

Um dos pontos mais cobrados pelo treinador é a pressão ofensiva, para tentar segurar o Flamengo, um dos adversários que mais retém a posse de bola no campeonato. Além disso, Carpegiani tentou acertar o posicionamento dos volantes à frente da grande área, para dar mais segurança para Ruan Renato e Aderllan.

FLAMENGO X VITÓRIA

FLAMENGO
Diego Alves, Rodinei, Réver, Léo Duarte e Renê; Gustavo Cuéllar, Lucas Paquetá, Diego, Everton Ribeiro e Vitinho; Henrique Dourado
Técnico: Maurício Barbieri


VITÓRIA
Ronaldo, Jeferson, Aderllan, Ruan Renato e Nicolás Benitez; Arouca, Rodrigo Andrade e Yago; Neilton, Erick e André Lima (Walter Bou)
Técnico: Paulo César Carpegiani

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 23 de agosto de 2018 (Quinta-feira)
Horário: 19h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Bruno Boschilia (Fifa-PR)

Tags: flamengo brasileirão futebol flamengorj vitoriaba seriea nacional