SÉRIE A

Com Felipão invicto, Palmeiras visita o Vitória na estreia de Carpegiani

Treinadores serão atração à parte no jogo no Barradão

postado em 19/08/2018 09:25 / atualizado em 19/08/2018 09:31

Divulgação
Os técnicos serão as principais atrações no duelo entre Vitória e Palmeiras, neste domingo, às 16h (de Brasília), no Barradão. O Rubro-Negro terá a estreia de Paulo César Carpegiani, que tenta tirar o Leão de uma incômoda situação no Campeonato Brasileiro, enquanto o Verdão será comandado pelo invicto Luiz Felipe Scolari.

Desde que chegou ao Palmeiras, Felipão não apenas não foi derrotado, como não sofreu um gol sequer. Com Scolari no banco de reservas, o Alviverde empatou com o América, e venceu Cerro Porteño, Vasco e Bahia – No jogo em Salvador contra o Bahia, Paulo Turra foi o comandante do Maior Campeão do Brasil.

Para seguir com o ótimo retrospecto, o Alviverde irá precisar mostrar a força de seu elenco. Apesar de o pentacampeão mundial afirmar que não irá priorizar nenhuma competição, o Palestra deverá encarar o Vitória com o uma equipe quase toda formada por reservas.

“O Palmeiras não pode priorizar uma competição, tem um grupo que trabalha com qualidade, um grupo de 26, 27, 28 jogadores. Os que não estão jogando estão prontos para entrar e jogar. Temos de priorizar todas as competições, mas naturalmente jogando quarta e sábado teremos dificuldades. Podemos repetir alguns jogadores, mas não os 11. Tem de se dedicar e, se possível, ganhar os jogos”, declarou o comandante.

O Verdão está a seis jogos sem sofrer um gol sequer, marca que não acontecia há dez anos. Agora o Palestra buscará a marca de sete duelos consecutivos sem ser vazado. Isto ocorreu apenas quatro vezes na história do clube, sendo a última delas em 1992.

Se o Palmeiras ostenta a importante marca defensiva, o Vitória vive situação oposta. O time é a equipe mais vazada do Brasileiro, com 37 gols sofridos em 18 partidas, números que resultam em uma média superior a dois tentos por jogo e o colocam como a 16ª campanha do torneio com apenas 19 pontos. Para consertar a defesa, Carpegiani, que fará sua estreia, pregou equilíbrio nos três setores do campo.

“Essa parte defensiva começa lá na frente. Se não tiver organização, estoura na parte defensiva. O coração da equipe é o meio. Teremos dificuldades para escalar a equipe contra o Palmeiras? Teremos. Mas vamos escalar o que temos de melhor. Sou oriundo de um futebol competitivo, sou gaúcho”, disse.

Com poucos dias para treinar o Leão, Carpegiani já realizou mudanças na equipe. Mantendo o esquema 4-1-4-1, o treinador promoveu a volta de Aderllan, recuperado de lesão, para formar dupla de zaga com Ruan Renato – Kanu foi para a reserva. Na lateral esquerda, Bryan ganhou a vaga de Benítez; na linha ofensiva, Lucas Fernandes treinou no lugar de Wallyson; E Walter Bou, que no treino de quarta sentiu um incômodo na panturrilha, recuperou seu lugar no time, barrando Bruno Gomes.

VITÓRIA X PALMEIRAS


VITÓRIA
Ronaldo; Jeferson, Aderllan, Ruan Renato e Bryan; Ramon; Rodrigo Andrade, Yago, Neilton e Lucas Fernandes; Walter Bou
Técnico: Paulo César Carpegiani


PALMEIRAS
Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Victor Luis; Thiago Santos; Jean, Lucas Lima, Moisés (Artur ou Bruno Henrique) e Hyoran; Deyverson
Técnico: Luiz Felipe Scolari


Local:
Barradão, Salvador (BA)
Data: 19 de agosto de 2018, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo – DF
Assistentes: Jose Reinaldo Nascimento Júnior e Luciano Benevides de Souza – DF

Tags: seriea nacional palmeirassp vitoriaba