Mais Esportes

CAMPEONATO MUNDIAL DE NATAÇÃO

Revezamento misto dá terceiro ouro ao Brasil

França, Nicholas Santos, Etiene Medeiros e Larissa Oliveira conquistaram medalha

postado em 04/12/2014 16:09

Agência Estado

AFP PHOTO
O Brasil se tornou o primeiro País a conquistar uma medalha de ouro na prova do revezamento 4x50m medley misto no Campeonato Mundial de natação de piscina curta. Em Doha, a equipe nacional formada por Felipe França, Nicholas Santos, Etiene Medeiros e Larissa Oliveira venceu a prova, deixando a Grã-Bretanha na segunda posição e a Itália completando o pódio.

As provas de revezamento misto são realizadas em um Campeonato Mundial pela primeira vez, em Doha. Disputas misturando atletas masculinos e femininos já vinham sendo disputadas na Copa do Mundo, circuito anual da Federação Internacional de Natação (Fina).

"Está uma energia muito boa com todas essas medalhas. Muito legal ver o França subindo no pódio. A gente abre mão de muita coisa e são cinco dias de alegria. Está sendo muito positivo, tomara que fique assim até o fim", disse Etiene à Sportv

Felipe França, Nicholas Santos, Etiene Medeiros e Larissa Oliveira completaram a prova desta quinta-feira com o tempo de 1min37s26 a 0s09 do recorde mundial da equipe da Grã-Bretanha.

Etiene Medeiros abriu a prova para o Brasil em Doha e passou para Felipe França na sétima colocação. O atleta do nado peito conseguiu ganhar duas posições antes de Nicholas Santos entrar na água. Com o nado borboleta, ele colocou o País na primeira posição, que Larissa Oliveira manteve.

Este foi a terceira medalha de ouro do Brasil no Campeonato Mundial de piscina curta de Doha, todas conquistadas nesta quinta-feira. A primeira veio com o revezamento 4x50m medley, com Cesar Cielo, Felipe França, Nicholas Santos e Guilherme Guido quebrando o recorde mundial. Poucos minutos depois, França voltou à água e garantiu o título mundial nos 100m peito.

Este desempenho faz o Brasil liderar o quadro de medalhas do Campeonato Mundial de piscina curta com três ouros, dividindo a primeira colocação com a Espanha.

Tags: revezamento misto terceiro ouro brasil