Mais Esportes

TÊNIS

Com filhos xarás, Bruno Soares e Alexander Peya já pensam em integrar babá à equipe

Noah Soares nasceu na última sexta e em 2015 deve começa acompanhar pai

postado em 11/02/2015 10:51

Reprodução
Bicampeão de duplas mistas do Aberto dos Estados Unidos, jogador do Brasil na Copa Davis e agora pai. O tenista mineiro Bruno Soares recentemente adicionou uma nova função a sua já agitada rotina, com o nascimento de seu primeiro filho, Noah, em 6 de fevereiro.

O nome do herdeiro da família Soares foi inspirado no protagonista do filme Diário de uma Paixão, mas é o mesmo do primeiro filho do austríaco Alexander Peya, parceiro do tenista mineiro no circuito mundial. Na obra cinematográfica, Noah é interpretado pelo galã Ryan Gosling.

“Decidimos o nome faz muito tempo, é um dos filmes favoritos da minha mulher e sempre falamos que seria Noah se tivéssemos um menino. Quando comecei a jogar com o Alex, o filho dele tinha acabado de nascer e deixei bem claro que o nome já estava escolhido, não tinha nada a ver com o dele”, explicou Bruno, casado com Bruna. “É filme de mulher, meio de drama, mas ela gosta demais”.

Noah Soares nasceu na última sexta-feira e a partir do meio do ano deve começar, ao lado da mãe, a acompanhar o pai nas viagens durante toda a temporada. A primeira será em Wimbledon, o torneio mais tradicional do circuito mundial de tênis, realizado em Londres.

Nas competições, Noah Soares terá a companhia de Noah Peya, constantemente levado por Alexander em suas viagens pelo circuito mundial. O filho do tenista austríaco tem dois anos de idade e em breve ganhará um irmão, já que Natascha, sua mãe, está grávida novamente.

“Vamos ver como o garoto vai se comportar, mas a ideia é viajar com ele. Quero estar perto dele a maior parte do tempo possível, ele vai ficar na estrada. O Alex costuma levar, vão ser dois Noah agora e com a mulher dele grávida do segundo filho vamos ter que contratar uma babá para a equipe”, brincou o tenista mineiro, que nesta semana disputa o Aberto do Brasil, ATP 250 realizado em São Paulo, ao lado de Peya.

Bruno Soares é apenas um dos pais recentes na elite do tênis mundial. Em outubro, nasceu o primeiro filho de Novak Djokovic e sua esposa Jelena Ristic. O líder do ranking mundial afirmou que a chegada de Stefan foi uma nova fonte de inspiração e mudou a forma como ele enxerga o tênis. Já Roger Federer leva suas gêmeas Myla Rose e Charlene Riva, a alguns torneios.

“Para mim não mudou nada. Dormi menos nos dois primeiros dias e depois tive que compensar. Filho é a maior benção que tem, mas não vai me transformar. Sou o que sou. Minha direita não vai melhorar agora que sou pai. Tenho que continuar treinando o mesmo tanto, ou até mais porque estou ficando mais velho e preciso manter o físico”, analisou Soares.