Mais Esportes

ATLETISMO

Campeã mundial dos 400m é suspensa provisoriamente por faltar a exame de doping

Salwa Eid Nasser conquistou o título mundial em outubro, batendo recorde que durava desde 1985

postado em 05/06/2020 16:46

(Foto: Jewel SAMAD/AFP)


A barenita Salwa Eid Naser, de 22 anos, campeã mundial dos 400 metros, foi suspensa provisoriamente nesta sexta-feira por não estar disponível para um grupo da Unidade de Integridade no Atletismo (IAU) presente no Bahrein para realizar um teste antidoping surpresa.

Nascida na Nigéria com o nome de Ebelechukwu Agbapuonwu, Naser converteu-se ao islamismo aos 16 anos, mudou-se para o Bahrein, adotou nova cidadania e nome.

Naser conquistou o título mundial em outubro, completando a prova em 48s14, superando um recorde que já durava desde 1985.

Os atletas devem fornecer atualizações regulares sobre o seu paradeiro para que as autoridades antidoping realizem testes surpresa fora do período de competição. Uma violação significa que um atleta não preencheu formulários dizendo às autoridades onde ele poderia ser encontrado ou que não estaria onde os examinadores estariam se dirigindo.

Três violações dentro de 12 meses podem levar a uma suspensão, se o atleta não pode justificar por que ele não estava disponível para o teste.

Esta suspensão provisória é a mais recente punição imposta contra as atletas de elite do atletismo do Bahrein. Campeã olímpica dos 3.000 metros com obstáculos, Ruth Jbet foi banida em março por quatro anos, enquanto a vice-campeã olímpica da maratona, Eunice Kirwa, recebeu a mesma punição no ano passado.

Tags: atletismo anti doping