MMA

UFC

Junior Cigano almeja dar boas-vindas a britânico campeão do boxe no UFC

Brasileiro diz que gostaria de enfrentar Tyson Fury no octógono e no ringue

postado em 28/11/2019 08:55 / atualizado em 28/11/2019 09:03

(Foto: Harry How/AFP - Reprodução/UFC)

Depois que o multicampeão do boxe, o britânico Tyson Fury, declarou que gostaria de lutar no MMA, vários atletas do UFC começaram a se mobilizar pela chance de enfrentar o pugilista. Entre eles está Junior Cigano, que revelou o desejo de disputar confronto tanto no octógono como no ringue. Além da visibilidade, seria a chance de garantir uma bolsa bem recheada. 

Cigano teve luta contra Alexander Volkov cancelada, na Rússia, por causa de uma bactéria na perna, que o levou ao hospital. O ex-campeão do peso pesado retornará ao octógono em 25 de janeiro de 2020, no duelo principal do UFC em Raleigh (EUA), diante de Curtis Blaydes

Com o interesse de Tyson Fury de se testar nas artes marciais mistas, Cigano disse que poderia disputar uma luta de trocação franca com o gigante inglês. “Seria uma luta perfeita para Tyson Fury no MMA, como ele deseja. Aí, se eu o vencer, posso enfrentá-lo no boxe, no seu mundo. Ele viria para o meu território e depois eu iria para o dele. Seria um grande momento para os dos esportes”, vislumbrou o ex-campeão do UFC.

O problema é que Cigano tem concorrentes na divisão até 120kg. O camaronês Francis Ngannou e o atual campeão, Stipe Miocic, também se candidataram a dar as boas-vindas ao britânico. Tyson Fury recebeu convite do inglês Darren Till, que integra o peso médio (84g), para ajudá-lo na transição do boxe para o MMA. O irlandês Conor McGregor seria outro auxiliar do campeão da 'nobre arte' a migrar para o octógono.

Cigano, que começou a carreira no boxe e mudou para o MMA, disse que sempre almejou enfrentar um campeão da 'nobre arte', apesar de estar no UFC. “Seria uma grande oportunidade para mim. Eu sempre sonhei em ter a oportunidade de lutar contra um grande pugilista. Essa é a minha área, onde me sinto mais confortável. Eu não acho que ele (Tyson) se mudaria completamente para o MMA, mas acho que ele lutaria uma vez. Seria interessante", comentou.

Fury, de 31 anos e natural de Manchester, é profissional no boxe desde 2008 e conquistou o cinturão dos pesos pesados em quatro organizações diferentes: WBA, IBF, WBO e IBO. Em 30 lutas, o britânico tem cartel de 29 vitórias e um empate. Foram nada menos que 20 triunfos por nocaute e nove por pontos. 

Tags: ufc junior cigano tyson fury